Primeira turma do Curso de Policiamento Ambiental é formada pela AESP

11 de Maio de 2016

Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE) realizou, nesta quarta-feira (11), o encerramento do Curso de Policiamento Ambiental (CPA). Nesta primeira edição do curso foram capacitados 34 profissionais, incluindo policiais militares, servidores da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema) e guardas municipais de Fortaleza e Aquiraz, que a partir de agora estão habilitados a exercer as atividades de policiamento e fiscalização ambiental no estado do Ceará.

 

O diretor da Academia, coronel PM José Herlínio Dutra, salientou a relevância de uma instituição de ensino integrada. “Somente uma Academia integrada junta policial militar, policial civil, Corpo de Bombeiros, a Perícia Forense, professores do Estado, médicos da Secretaria de Saúde e outros profissionais em um curso como esse. A AESP tem essa capacidade de trazer conhecimento, de fazer com que a gente consiga compreender o mundo do outro”, declarou.

 

O evento contou com a participação do diretor geral da AESP, cel PM José Herlínio Dutra; do secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Ceará, Artur Bruno; do comandante do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), tenente-coronel PM Ricardo Jorge Pinheiro Mota; do comandante do Grupamento de Socorro de Urgência (GSU) do Corpo de Bombeiros do Ceará, tenente-coronel BM Albert Einstein Lima Arruda; do coordenador de Ensino e Instrução da AESP, tenente-coronel PM Douglas Afonso Rodrigues e do orientador da Célula de Formação Continuada da AESP, delegado Demóstenes Cartaxo.

 

O secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Ceará, Artur Bruno, encerrou as atividades do curso com a palestra “Brasil e o desenvolvimento sustentável”. Na ocasião, o titular da Sema destacou a importância da temática para a sociedade e o papel do agente de segurança neste processo.“Não há desenvolvimento sem sustentabilidade. Não há desenvolvimento sem respeito ao meio ambiente, isso é fundamental para o nosso país. Por isso, o papel da Polícia Ambiental é tão importante e decisiva. O policial é um grande educador e vocês estarão contribuindo para que a gente possa efetivar esse desenvolvimento sustentável”, declarou.

 

Artur Bruno também ressaltou o trabalho realizado pela Polícia Militar, em parceria com a Sema. “O nosso efetivo da Polícia Militar Ambiental no Parque do Cocó é um grande exemplo. Lá, o policial ambiental é capacitado para educar, para dizer às pessoas o que deve e o que não deve ser feito, e para punir aqueles que insistem em cometer crimes ambientais. E nós esperamos que vocês cumpram muito bem essa missão, coloquem em prática aquilo que vocês aprenderam nesse curso. O papel de vocês será decisivo como educadores ambientais. Nós contamos com vocês pra transformar esse Ceará”,  enfatizou.

A capacitação

 

O Curso de Policiamento Ambiental (CPA) foi promovido pela AESP com o objetivo de proporcionar o aprimoramento dos profissionais que poderão compor o efetivo do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPMA), unidade da PMCE responsável pelo cumprimento das demandas relacionadas ao atendimento de ocorrências e fiscalização ambiental em ações individuais ou em parceria com os órgãos ambientais.

 

A capacitação teve uma carga horária de 88 horas/aula e contemplou aulas teóricas e práticas de direitos humanos; ética; cidadania; legislação ambiental; fauna; flora; contenção de animais; orientação geográfica; saúde pública dos animais; operacionalidade do BPMA; Órgãos parceiros e poluição sonora, entre outros assuntos pertinentes a temática ambiental.

 

Foto: Leandro Freire

 

Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE)
Assessoria de Comunicação
(85) 3484-1909 / (85) 98879-7538
www.aesp.ce.gov.br
Facebook: AESP/CE
Twitter: @aespce

 

Assinatura coornenadoria matérias