Governador visita obras da CSP e da expansão do Porto do Pecém

17 de Maio de 2016

Produzir aço para o mercado global de forma segura, competitiva e sustentável, impulsionando a economia cearense. Esse é o objetivo da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), instalada na cidade de São Gonçalo de Amarante, que recebeu nesta terça-feira (17) a visita do governador Camilo Santana. A primeira usina integrada do Nordeste já está em fase de comissionamento para iniciar a operação, prevista para junho, registrando mais de 99% das obras concluídas. Na ocasião, o chefe do Executivo também realizou  uma visita de acompanhamento à obra de segunda expansão do Porto do Pecém.

Camilo Santana destacou a importância que a CSP terá para a economia cearense. “Seria bom se todo cearense tivesse a oportunidade de ver essa obra que é impressionante, vai gerar oportunidade de emprego, vai dinamizar a economia, a tecnologia é de ponta. É um sonho para o Ceará. Quero parabenizar todos os envolvidos pela realização desse grande trabalho que será referência em todo o mundo. A CSP está localizada em uma zona de livre exportação, colocando o Ceará na rota de vários países”, disse.

20160517174725  MG 5077 webNo Porto do Pecém, o governador visitou os três novos berços, dos quais dois já estão prontos (7 e 8) e o terceiro deverá ser entregue até novembro deste ano; a nova ponte de acesso, que fica pronta em junho de 2017, e a correia transportadora para minério de ferro, construída para atender exclusivamente a siderúrgica.

De acordo com o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa, a obra já apresenta 80% de avanço e irá aumentar a capacidade de movimentação do Porto para até 750 mil TEU’s por ano. “Em junho chegam os novos STS’s, que são grandes guindastes utilizados para incrementar a movimentação de contêineres. Estamos preparados para atender a CSP e novos investimentos que venham se instalar no complexo, mas vale ressaltar que isto é apenas o começo do que planejamos, com o apoio do governador Camilo Santana, para o CIPP”, declarou Danilo.

O secretário da Infraestrutura, André Facó, destacou o andamento das obras.  “O governador Camilo Santana constatou, na visita de hoje, que as obras de ampliação do Porto  estão no cronograma previsto. A ampliação completa do Pecém deve ser entregue aos cearenses ainda no primeiro semestre de 2017. Com a conclusão dessa etapa, o Ceará vai atingir um novo patamar no que diz respeito à infraestrutura portuária. O nosso Estado estará entre as melhores opções para empreendimentos e empresas que precisam de um porto moderno e seguro para o seu desenvolvimento”.

Também participaram da visita a secretária de Desenvolvimento Econômico, Nicolle Barbosa; o assessor especial de Assuntos Internacionais, Antônio Bahlmann; diretores da CSP, entre outros.

Companhia Siderúrgica do Pecém

20160517180402  MG 5103 webCom investimento da ordem de US$ 5,4 bilhões e o objetivo de promover a ampliação da siderurgia no Brasil agregando mais valor ao minério, gerando riqueza e desenvolvimento para o Estado do Ceará e para o país, a Companhia Siderúrgica do Pecém foi constituída no ano de 2007, tendo como primeiras acionistas a brasileira Companhia Vale do Rio Doce e a sul-coreana Dongkuk. Três anos mais tarde, em 2011, a também sul-coreana Posco se somou a este projeto, constituindo a joint venture que deu início à CSP.

Ocupando 571 hectares do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), considerado ideal por condições de solo, localização estratégica e viabilidade logística para a exportação, a usina conta com a infraestrutura portuária do CIPP, que possui adequadas instalações de carga e descarga de materiais e produtos, além de acesso fácil por rodovias e ferrovias.

A CSP terá capacidade para produzir até 3 milhões de toneladas de placas de aço por ano. Para isso, irá empregar diretamente 2.800 profissionais, além de abrir 1.200 vagas terceirizadas. Outros 12 mil empregos indiretos serão gerados na região.

Zona de Exportação

A CSP é a primeira empresa a se instalar em uma Zona de Processamento de Exportação (ZPE) no Brasil, uma área de livre comércio com o exterior, destinada à instalação de empresas voltadas para a produção de bens para exportação.  

Empresas instaladas em ZPE contam com benefícios tributário, cambial e administrativo específico, e comprometem-se a exportar, no mínimo, 80% de sua produção.

Projetos

20160517171446  MG 4966 webAlém da produção de placas de aço, a Companhia Siderúrgica do Pecém desenvolve iniciativas no âmbito econômico, social e ambiental. Entre eles está o Programa de Desenvolvimento Regional (PDR), que já promoveu diversas ações e atividades no sentido de preparar potenciais fornecedores à atual fase de construção da siderúrgica e à fase de operação.

O Programa de Qualificação Profissional da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), vai empregar cerca de mil alunos formados pelo programa, que teve início em março de 2015 e recebeu mais de 15 mil inscrições.

Já o Programa de Educação para a Sustentabilidade (PES) investe na educação ambiental como ferramenta para a construção de soluções sustentáveis que visem o desenvolvimento da região. São oficinas, cursos e mutirões de plantio de mudas e de coleta seletiva tendo como público-alvo empregados da CSP, trabalhadores da obra, escolas, comunidade e lideranças.

17.05.2016

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem

Fotos: Carlos Gibaja/Governo do Ceará

Assinatura coornenadoria matérias