Grupo Bagaceira apresenta o espetáculo “Meire Love” neste domingo (22)

20 de Maio de 2016

Há dez anos, o Grupo Bagaceira comprou a ideia de encenar o primeiro texto de Suzy Élida Lins e deu muito certo. Meire Love estreou em 2006, no palco do Cineteatro São Luiz. Neste década de trajetória já se apresentou em mais de 30 cidades, em 11 estados brasileiros e de importantes festivais como Festival Internacional de São José do Rio Preto e Festival Latino Americano da Bahia.

Domingo (22), às 16h30, o Grupo Bagaceira retorna ao palco da estreia com a peça teatral “Meire Love”, trazendo na bagagem 15 espetáculos, dezenas de esquetes e contabilizando mais de 600 apresentações.

Os ingressos já podem ser adquiridos na bilheteria do Cineteatro São Luiz e no site ingresso rápido ao preço de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

“Vocês são tudo um bando de caranguejo, caranguejo é que anda pra trás”

No enrendo, três meninas de aproximadamente doze anos vivem pelas ruas próximas à orla. Pedem dinheiro no sinal, falam palavrões, descem até a praia, mergulham no mar e se drogam. Brincam como crianças e trocam ameaças como adultos. Ao mesmo tempo que se esforçam para vender o corpo e ganhar algum trocado, elas sonham com um gringo apaixonado que as leve daquele lugar.

A direção (dividida entre Yuri Yamamoto e Suzy Élida) prima por uma cena enxuta, com foco nos atores. Afora os atributos estéticos, a peça toca na temática da exploração sexual, problema recorrente em cidades litorâneas.

O grupo

Em 2000, exata virada do milênio, um vínculo entre jovens artistas se consolidou. Iniciando pela construção de obras curtas (esquetes), o grupo foi amadurecendo uma forma muito própria de encenar, pautada em experimentações e provocações visuais. Anos depois, passou a exercer este ímpeto criativo em peças maiores, garantindo maior visibilidade para além do Estado.

Com textos e direções próprias, o grupo lançou provocações no âmbito da construção cênica e dramatúrgica. Vieram as viagens, convites para grandes festivais, prêmios de maior alcance e participação em programações culturais dividindo espaço com alguns dos grupos mais reconhecidos do país. Seguindo o caminho da profissionalização, o grupo adquiriu sua sede.

Hoje, após 16 anos de intenso trabalho, o Grupo Bagaceira é dono de um repertório consistente. Montou 15 espetáculos, dezenas de esquetes e contabiliza mais de 600 apresentações. Conquistou premiações e participou dos festivais importantes em cidades como São Paulo, Curitiba, São José do Rio Preto, Londrina, Recife, Salvador, dentre outras. Foi selecionado para diversas mostras e eventos dos quais grupos cearenses jamais haviam participado.

Construiu reconhecimento, promoveu parcerias importantes, projetou artistas e provocou novas visões a respeito do Nordeste. Alcançou o reconhecimento da imprensa local e nacional. O espetáculo “O Realejo” foi apontado pelo Jornal O Povo como o espetáculo teatral da década no Ceará.

Assumindo espaço relevante fora do Estado, o Bagaceira contribui ativamente para o pensamento artístico, bem como para a política cultural de sua região, servindo de referência a novos grupos.

Ficha Técnica

Texto: Suzy Élida
Direção: Suzy Élida e Yuri Yamamoto
Elenco: Rafael Martins, Rogério Mesquita e Yuri Yamamoto
Cenário e figurinos: Yuri Yamamoto
Iluminação: Ricardo Guilherme, Paula Yemanjá e Rogério Mesquita
Operação de luz e som: Tatiana Amorim e Samya de Lavor
Produção: Rogério Mesquita

:: Serviço:

Grupo Bagaceira apresenta “Meire Love”

Local: Cineteatro São Luiz
Horário: 16h30
Entrada: R$10,00 e R$5,00 (meia)
Censura: 16 anos
Facebook: /cineteatrosaoluiz

20.05.2016

Coordenação de  Comunicação da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará
Entrevistas/mais informações:
(85) 3101-6761 / Lucas Benedecti, Paula Candice
secultmkt@gmail.com

Assinatura coornenadoria matérias