Escritórios da Adagri recebem declaração de vacinação contra a febre aftosa neste sábado (28)

27 de Maio de 2016

A campanha segue até o dia 31 de maio. Cada produtor deve adquirir a vacina, fazer a vacinação e declarar nos escritórios da Adagri, Ematerce ou Secretarias de Agricultura dos municípios

Produtores rurais do Ceará e criadores de gado bovino e bubalino têm até o próximo dia 31 para adquirir a vacina contra a febre aftosa nas lojas credenciadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e cadastradas pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri). Quem já vacinou o rebanho pode fazer a declaração neste sábado (28) nos escritórios da Adagri, das oito da manhã às duas da tarde, apresentando a nota da compra da vacina e relação dos animais vacinados por faixa etária e sexo.

O presidente da Adagri, Augusto Júnior, alerta que o prazo está terminando. “A campanha vai até o dia 31 e não será prorrogada. Pedimos aos produtores cearenses que não deixem de vacinar seu rebanho, evitando a doença na propriedade e mantendo o estado do Ceará como zona livre de aftosa”, reforça.

O produtor que não realizar a vacinação no prazo determinado, terá que pagar uma multa de cerca de R$ 18 por cada animal não vacinado. “Nós não desejamos isso, os produtores são nossos parceiros, nossos amigos. Por isso, pedimos que todos colaborem”, acrescentou Augusto Júnior.

Para o coordenador estadual da vacinação, Joaquim Sampaio, a expectativa é que a imunização ultrapasse 95%. As vacinas estão disponíveis nas revendas de produtos veterinários e as declarações podem ser feitas nos escritórios da Adagri, Ematerce e Secretarias Municipais de Agricultura em diversas cidades do interior do Estado e em Fortaleza.

O presidente da Adagri, Augusto Júnior, lembra ainda que os produtores devem declarar o tamanho real do rebanho que possuem. “É importante também que nesse período os produtores declarem os animais que foram vendidos, os que nasceram e até os que já morreram, para atualizarem o cadastro”, orienta.

A vacinação é a garantia de que a febre aftosa não vai voltar ao Ceará e que os animais podem ser comercializados em todo o país, além da América Latina, Ásia e África. Atualmente o Ceará é zona livre de febre aftosa com vacinação.

27.05.2016

Milena Fernandes
Assessora de Comunicação da Seapa/Adagri
milena.fernandes@seapa.ce.gov.brTel.: (85) 988413091 / 3241.0561

Assinatura coornenadoria matérias