AESP: Profissionais de saúde são capacitados para realizar atendimento aeromédico

13 de junho de 2016

A Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE) iniciou nesta segunda-feira (13), o Curso de Tripulante Aeromédico, que habilitará profissionais de saúde para tripular aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), voltadas para o atendimento às ocorrências de resgate e remoção aeromédica.

Com uma carga horária de 192 horas/ aulas, o curso contemplará aulas teóricas e práticas de direitos humanos; ética e cidadania; educação física; operações em alturas; salvamento aquático; salvamento terrestre; fraseologia aeronáutica; segurança de voo; noções de teoria de voo; noções de meteorologia; procedimentos de evacuação de emergência; procedimentos de segurança em aeronaves; equipamentos e procedimentos aeromédico; acidentes com múltiplas vítimas; regulamentação da aviação civil; noções gerais dos sistemas do helicóptero e sobrevivência em regiões inóspitas. Ao todo, 35 profissionais participam da capacitação, incluindo 18 médicos e 17 enfermeiros.

Esta é a segunda turma de profissionais de saúde que serão capacitados pela AESP. A coordenadora de serviços do Samu Ceará, Mirena Noronha, que foi aluna da primeira edição do curso, realizado no ano passado, falou aos novos alunos sobre a importância desta qualificação. “Este é um curso estritamente voltado para a área profissional, mas também ensina muito para a nossa vida. Espero no encerramento do curso poder tê-los todos formados, aqui, juntos por um objetivo maior que é servir a sociedade e poder levar a Ciopaer  e o Samu para proteger e salvar aqueles que esperam por nós”, declarou.

Para o aluno José Lúcio de Sousa Macedo, enfermeiro do Samu Ceará, na base de Juazeiro do Norte – Polo III, a capacitação é uma realização e deve aprimorar e fortalecer a parceria que vem sendo realizada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e a Ciopaer no Estado. “Para mim, fazer esse curso é motivo de orgulho e de honra, já que eu almejava entrar nesse tipo de serviço. Esse curso vai nos capacitar para realizar um serviço diferente daquele que nós já fazemos no atendimento terrestre com ambulância, porque no atendimento Aeromédico, nós iremos realizar o resgate, o atendimento médico e o encaminhamento hospitalar, ou seja, é um serviço mais integrado. Trazer o atendimento do Samu para o ar, junto a Ciopaer, foi um serviço que deu muito certo, essa parceria traz uma sensação maior de segurança, haja vista que a responsabilidade é maior e os serviços se ampliam e eu acho que a sociedade cearense só tem a ganhar com esse curso que irá aumentar as equipes do serviço Aeromédico”, salientou.

A abertura do curso foi marcada pela palestra “CIOPAER Ceará – Uma visão sobre o maior operador de aviação de Estado, fora do Sudeste brasileiro”, ministrada pelo coordenador de comunicação da Ciopaer, tenente-coronel PM Marcus Costa e contou com a presença do diretor da AESP, coronel PM José Herlínio Dutra, do coordenador adjunto da Ciopaer, tenente-coronel BM Geraldo de França Júnior; da coordenadora de serviços do Samu Ceará, Mirena Noronha; do coordenador geral de ensino e instrução da AESP, coronel PM Douglas Afonso Rodrigues da Silva e do orientador da célula de formação continuada da AESP, delegado Demóstenes Rolim Cartaxo.

Atendimento aeromédico na Ciopaer

Atualmente, existem 20 profissionais de saú­de do Samu/CE capacitados para este tipo de atendimento, além de pilotos e tripulantes da Ciopaer que atuam em duas aeronaves equipadas com Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para prestarem serviços aeromédicos no Estado do Ceará.

13.06.2016

Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE)
Assessoria de Comunicação
(85) 3484-1909 / (85) 98879-7538
www.aesp.ce.gov.br
Facebook: AESP/CE
Twitter: @aespce

Assinatura coornenadoria matérias