Porto do Pecém recebe novos equipamentos

15 de junho de 2016

Chegaram ao Porto do Pecém, neste mês, dois novos equipamentos do tipo STS (Ship to Shore). Instalados no Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), os guindastes, que  pesam 1.600 toneladas e medem 87 metros de altura, serão utilizados para a movimentação de contêineres. De acordo com o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa, as novas máquinas vão incrementar as atividades do porto cearense, junto com as melhorias de infraestrutura que estão sendo realizadas pelo Governo do Estado do Ceará . “Os STS’ estão entre os maiores guindastes do país e vão contribuir para o aumento da movimentação através do Pecém. Em breve, quando começarem a operar, o fluxo de saída e entrada de mercadorias será bem mais eficiente”, comemora Serpa.

Os equipamentos, que são capazes de atender as maiores embarcações do mundo, atrelados à profundidade natural do Porto do Pecém e a sua localização privilegiada, transformam o porto cearense em uma boa alternativa para futuros investidores.  “O Pecém é o porto mais próximo de mercados consumidores como os Estados Unidos, a Europa e o Norte da  África.  Sua  localização  também  é  estratégica  para  todas  as  rotas da  Ásia  e  do  Oriente Médio que navegam pelo Mediterrâneo para alcançar as Américas”, explica Ricardo Arten, Diretor Superintendente da APM Terminals no Brasil. “Essa condição, aliada à profundidade natural de 18 metros e à disponibilidade de equipamentos de última geração para a operação de contêineres, é o principal diferencial de Pecém em relação à atual infraestrutura portuária disponível no Brasil”, completa.

De acordo com a operadora APM Terminals, foram investidos R$ 100 milhões para a aquisição dos guindastes, que tem a capacidade de 65 toneladas para contêineres e 100 toneladas para operar cargas especiais. Além disso, os equipamentos têm 68 metros de lança, podendo alcançar até a 22ª fileira de contêineres das embarcações.

MELHORIAS NA INFRAESTRUTURA DO PORTO

O Governo do Estado do Ceará investiu mais de R$ 600 milhões em obras no Porto do Pecém. A segunda expansão, que está em fase final e será entregue à população cearense em julho de 2017, abrange três novos berços, uma nova ponte de acesso, uma correia transportadora exclusiva para minério de ferro, e aumenta a capacidade de movimentação de Pecém para até 750 mil TEU’s/ano.

Em maio, o Porto do Pecém recebeu o Descarregador de Minério de Ferro, que está no Píer 1 e irá possibilitar o descarregamento de navios com minério de ferro para a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). “Os novos equipamentos ajudam a levar o Porto do Pecém a um patamar mais elevado. Temos certeza que em muito breve teremos aqui um dos terminais marítimos mais importantes do Brasil”, declarou o secretário de infraestrutura do Estado, André Facó. A expectativa da presidência da Cearáportos é de que a siderúrgica movimente em sua fase cerca de três milhões de toneladas de placas de aço através do porto cearense.

 

15.06.2016

Luiza Dantas
(85) 33721500 | 98944.2841
Assessoria de Imprensa da Cearáportos
luiza.dantas@cearaportos.ce.gov.br