QualificaAPSUS inicia qualificação de 130 profissionais em Canindé

24 de junho de 2016

A Secretaria da Saúde do Estado e cinco municípios da 5ª Região de Saúde realizam nesta segunda-feira (27), às 8h30, no Centro de Treinamento da Paróquia de São Francisco, em Canindé, o lançamento e assinatura do Termo de Cooperação Técnica do Projeto de Qualificação da Atenção Primária à Saúde (QualificaAPSUS Ceará). A oficina regional acontecerá no dia 27 de junho seguido da oficina de tutoria no dia 28 de junho com a participação de 130 trabalhadores da atenção primária dos municípios de Boa Viagem, Canindé, Caridade, Itatira e Madalena , que se reunirão para discutir a rotina de trabalho.

Além de nove encontros regionais, entre oficinas e cursos complementares, os municípios implantarão o sistema de tutoria na Atenção Primária à Saúde para apoiar a organização dos processos nos territórios. É o mesmo modelo de capacitação aplicado na região de Saúde de Tauá, pioneira na implantação do projeto, que já realizou cinco oficinas regionais com alinhamento conceitual para os 220 trabalhadores da atenção primária dos três municípios da região.

O Projeto QualificaAPSUS Ceará, lançado pela Secretaria da Saúde do Estado em janeiro deste ano, com o objetivo de subsidiar a reorganização do modelo de atenção a partir da reestruturação da Atenção Primária nos municípios e, consequentemente, da implantação e implementação das Redes de Atenção. As oficinas estaduais para formação de facilitadores do projeto contam com a participação de 400 pessoas, dentre secretários e coordenadores municipais de atenção primária. Em maio, foi realizada a quinta oficina, e já está agendada a próxima para os dias 30 de junho e 1º de julho, que tratará do Monitoramento e Avaliação na Atenção Primária à Saúde.

O processo de implantação do novo modelo de atenção à saúde no Ceará contará com o Instrumento para Avaliação da Qualidade na Atenção Primária à Saúde, que atribuirá os selos bronze, prata e ouro às equipes de saúde que alcançarem os padrões de qualidade esperados das unidades básicas de saúde. O instrumento de avaliação vai possibilitar a verificação do estágio de desenvolvimento alcançado pelas unidades de saúde, identificar e corrigir as não conformidades, bem como desenvolver planos para melhoria contínua. Serão definidas unidades laboratórios em que serão implantadas as mudanças estruturais e processuais com a participação de tutores.

24.06.2016

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Assinatura coornenadoria matérias