Governo autoriza obra do Centro das Rendeiras Luíza Távora

28 de junho de 2016

Nova unidade de produção e comercialização do artesanato cearense será construída na Prainha, em Aquiraz

IMG 9081 webFios que viram criatividade e espalham beleza, que incrementam a economia local e encantam tanto o mercado nacional quanto o internacional. É o trançado da renda de bilro produzida por nossas artesãs que logo poderá ser conferida em novo espaço. Nesta terça-feira (28), o Governo do Estado autorizou o início das obras para a construção do Centro das Rendeiras Luíza Távora, na Prainha, em Aquiraz. A assinatura da ordem de serviço contou com a presença da primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana; da secretaria executiva da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Ana Cruz; do superintendente do Departamento de Arquitetura e Engenharia do Ceará (DAE), Silvio Gentil; e do prefeito de Aquiraz, Antônio Fernando Guimarães.

IMG 9349 webLocalizada no maior polo de produção artesanal de renda de bilro do Ceará, a nova unidade de produção e comercialização do artesanato cearense terá uma área total construída de cerca de 1.000m², divididos em dois pavimentos. O equipamento, cujo investimento nas obras será de R$ 1,3 milhão, contará com 38 boxes, com cerca de 10m² cada. O prazo previsto para a construção é de oito meses. “Vai ser muito bom para nós. Teremos nova estrutura, mais gente pode vir nos ver e conhecer nosso trabalho. Fazemos cursos oferecidos pela Ceart e vamos colocar esse conhecimento em prática no novo centro”, celebra Cleide dos Santos Costa, presidente da Associação das Rendeiras da Prainha que conta, atualmente, com 38 artesãs.

Conquistas para os artesãos

IMG 9404 webO Centro de Rendeiras Luíza Távora, na Prainha, é mais um avanço para o artesanato cearense. “As rendeiras e os artesãos do nosso Estado têm espaço dentro do governo Camilo Santana. Desde o final do ano passado já tivemos uma grande conquista que foi a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadoria e Serviços) tanto para vendas ao consumidor final como para os lojistas, em todo o Estado”, ressaltou a primeira-dama Onélia Leite Santana, durante o evento. A medida contribui diretamente para as operações relativas aos produtos de artesanatos confeccionados por artesão credenciados e certificados pela STDS. “Queremos cada vez mais que nosso artesanato seja divulgado em feiras nacionais e internacionais. Artesanato é um trabalho minucioso, feito com muita determinação”, completou Onélia.

Ainda no ano passado, foi lançado o Selo Ceart (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses). O Governo também garantiu realização de feiras e capacitações de artesãos com o intuito de aperfeiçoar o design do produto e ainda a abertura de uma nova loja em Fortaleza, na Praça Doutor Carlos Alberto Studart Gomes, conhecida como Praça das Flores, que será inaugurada em breve.

Ceart

Coordenada pela STDS, a Central de Artesanato do Ceará (Ceart) tem como objetivo fortalecer o setor, a partir da promoção e ampliação das oportunidades de comercialização e da capacitação dos artesãos pertencentes a grupos produtivos e entidades artesanais do Estado. O Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará conta hoje com cerca de 45 mil artesãos cadastrados.

Além dos centros de rendeiras, a população pode ter acesso ao legítimo artesanato cearense nas cinco lojas da Ceart: Galeria Mestre Noza, na Praça Luíza Távora; no shopping Rio Mar Fortaleza; Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura; e ainda nos municípios de Aracati, com a loja localizada na Praia de Canoa Quebrada; e de Guaramiranga.

Fotos: Rogério Rodrigues

28.06.2016

Assessoria de Comunicação Social
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – STDS
Jornalista responsável: Carlos Eugênio
Celular: 98878.8510
Fone: 3101.2089 / 2099
E-mail: imprensa@stds.ce.gov.br
Twitter: www.twitter.com/stdsonline

Assinatura coornenadoria matérias