STDS inicia obras do Centro de Formação e Inserção Social pelo Trabalho

30 de junho de 2016

A ordem de serviço foi assinada nesta manhã pelo titular da pasta, Josbertini Clementino

O trabalhador cearense ganha uma nova unidade de formação e convergência para inserção de trabalhadores autônomos e informais no mercado de trabalho. Na manhã desta quinta-feira (30), o titular da Pasta, Josbertini Clementino, assinou a ordem de serviço para construção do Centro de Formação e Inserção Social pelo Trabalho (CTA) que irá funcionar no bairro Papicu.

O Centro está sendo construído para aperfeiçoar o atendimento aos trabalhadores autônomos, informais e aqueles que buscam o trabalho formal, seja com carteira assinada, como microempreendedor individual (MEI) ou associado. A obra será executada em dez meses e tem uma área de 2.640 m² de terreno e 2.497 m² em construção. O prédio será dividido em três pavimentos: térreo e dois pisos, que compreendem uma sala de acesso principal para atendimento ao público, sala de recepção, área administrativa, auditório, laboratórios, salas de aula, biblioteca, lanchonete com acesso externo, salas de reunião e um bloco de serviços gerais.

“Este equipamento é oportuno e muito importante para auxiliar na intermediação e inserção da mão de obra do trabalhador nas empresas, sobretudo nesse momento de crise por que passa o país.” afirmou o secretário Josbertini Clementino.

No novo Centro serão investidos R$ 3.133.976,37, financiados através do contrato de empréstimo entre o Governo do Estado do Ceará / STDS, PROARES II e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho, Gilvan Mendes, “esse é um marco histórico que vai gerar novos arcos, melhorando a capacidade de atendimento dos mais jovens aos mais idosos. Será uma porta de saída do bolsa família e ingresso do trabalhador cearense no mercado de trabalho”.

Centro de referência

No novo Centro serão ofertados serviços de atendimento personalizado, cadastro do profissional, diagnóstico de habilidades, plano de empregabilidade, oficina de orientação para o trabalho, atendimento referente ao seguro-desemprego, orientação sobre empreendedorismo, capacitação profissional e intermediação para o emprego e trabalho autônomo.

Os agentes de atendimento serão capacitados com a metodologia do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e estarão aptos a identificar com precisão a real situação de um trabalhador em relação aos seus conhecimentos, habilidades e perspectivas de conseguir uma oportunidade de trabalho em um menor espaço de tempo.

Local da obra: Rua Valdetário Mota – s/n – Papicu

30.06.2016

Assessoria de Comunicação Social
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – STDS
Jornalista responsável: Carlos Eugênio
Celular: 98878.8510
Fone: 3101.2089 / 2099
E-mail: imprensa@stds.ce.gov.br
Twitter: www.twitter.com/stdsonline