Laboratório Central de Saúde Pública tem nova direção

1 de julho de 2016

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), da rede pública do Governo do Estado do Ceará, tem nova direção-geral. É a farmacêutica e especialista em gestão pública e desenvolvimento gerencial Liana Perdigão Mello, que possui vasto conhecimento e experiência na administração do Lacen, onde já foi diretora por quatro gestões, entre 1990 a 2006. Confiante, Liana quer dar continuidade aos projetos do laboratório. “Quero fortalecer ainda mais a rede de laboratórios, buscando assim a segunda fase da acreditação pela Organização Nacional de Acreditação, a acreditação plena”, afirma.

Formada em Farmácia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e com especialização em Gestão Pública e Desenvolvimento Gerencial, pela Universidade Estadual do Ceará, Liana possui bastante experiência em gestão laboratorial. Sua trajetória no Lacen teve início em 1987, quando chefiou a Divisão de Biologia Médica. Em 1990 assumiu a direção do laboratório e durante a sua gestão importantes setores foram criados, como o laboratório de isolamento viral, que realiza exames para diagnóstico de dengue; o laboratório de controle dos medicamentos, que monitora a qualidade das especialidades farmacêuticas disponíveis para uso da população, e o laboratório de biologia molecular, para sorologia de dengue, influenza e zika. Além disso, instituiu o Programa de Gestão da Qualidade e Biossegurança da unidade.

A farmacêutica já atuou em outras áreas. Em 1975, foi farmacêutica do Controle de Qualidade da indústria farmacêutica Gaspar Viana; atuou como farmacêutica responsável pelo Laboratório Sanber  no Nordeste em 1987; em 2004 foi eleita pelo Conselho Federal de Farmácia como a farmacêutica do ano, além de ter sido membro efetivo do Conselho de Diretores dos Lacen do Ministério da Saúde, até o ano de 2006; entre 2008 e 2011 chefiou o Laboratório de Farmácia Central do Complexo Universitário da Universidade Federal da Ceará (UFC), e de 2012 a 2015 fez parte do grupo de estruturação do Laboratório Escola da Faculdade de Farmácia da UFC.

O Lacen

O Lacen se destaca nos diagnósticos para dengue, febre Chikungunya, testes de genotipagem, referência regional para microbactéria tuberculose multirresistente e nacional em melioidose. Possui em sua estrutura física um Laboratório de Nível de Biossegurança III, destinado ao trabalho com microrganismos que acarretam elevado risco individual e baixo risco para a comunidade. Além de realizar diagnóstico de doenças de notificação compulsória e outros agravos, conta com laboratório de determinação de paternidade por análise de DNA, faz o controle da qualidade de produtos e serviços.

01.07.2016

Assessoria de Imprensa – Lacen/CIDH/IPC
Suzana de Araújo Mont’Alverne
(85) 3101-1488
suzana.alverne@lacen.ce.gov.br

Expediente coordenadoria-01