Projeto ‘Viva o Centro Fortaleza’ chega à sua 10ª edição neste sábado (9)

7 de julho de 2016

A valorização do Centro sob o aspecto cultural, promovendo uma melhor qualificação do uso e preservação de seus espaços públicos e privados, é o objetivo do projeto “Viva o Centro Fortaleza”, que chega à sua 10ª edição neste sábado (9), das 8h às 21h.  Com ele, uma maratona de atividades culturais e artísticas acontece em diversos equipamentos públicos e privados, com entrada franca ou ingressos populares para quase todas as atrações, em um grande convite para a população vivenciar o Centro por meio da arte.

Com atividades concentradas em um único dia, resultantes de um trabalho coletivo para garantir maior visibilidade e presença de público à programação cultural no Centro de Fortaleza, a ação ocorre de forma integrada entre espaços, entidades e equipamentos culturais da sociedade civil, da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), além de coletivos culturais e vários outros participantes.

Um sábado inteiro de programação, com entrada franca

Nesta edição, o público poderá conferir uma caminhada cultural gratuita, a partir de 8h, saindo da Praça do Ferreira, que passa pelos pontos históricos e culturais do Centro, com o projeto “Fortaleza a Pé”. A partir de 9h, na Praça dos Leões, o Centro Cultural Banco do Nordeste promove o “De Repente Cordel”, uma feira de cordel que envolve os cordelistas, editores, repentistas, ilustradores e xilogravuristas da tradicional cultura popular.

Já o Museu da Industria está com duas exposições em cartaz: “A História da Industrialização no Ceará” e “Trilhos”, sendo esta última composta por 32 fotografias de Fortaleza, com imagens de ruas onde foram construídos trilhos de bondes entre 1880 e 1912 e que compunham a paisagem urbana daquele período, junto com o casario e os prédios comerciais.

A programação chega também até o público infantil, com a realização da Maratona Toy Story no Cineteatro São Luiz a partir de 13h30. Os três filmes da franquia da Disney serão exibidos em sequencia, com entrada franca. Antes, às  10h, o equipamento da Secult exibe o filme de animação “Frozen – Uma Aventura Congelante”. 

O Viva o Centro Fortaleza visa à realização de ações mensais, com programação articulada entre os museus, teatros e diversos outros equipamentos culturais existentes no bairro, além dos mais diferentes espaços de fruição cultural, durante todo o dia com atividades diversificadas.

A 10ª edição do “Viva o Centro Fortaleza” é uma realização colaborativa entre a Associação dos Guias Turísticos (Agir); Associação dos Produtores do Ceará (Prodisc); Café Passeio; Casa Fora do Eixo Nordeste; Centro Cultural do Banco do Nordeste do Brasil (CCBNB); Centro Cultural do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE); Espaço Cultural Correios; Espaço Cultural Escritório Poeta Mário Gomes; Feira de Cordel; Instituto Cultural Anima; Museu da Indústria/SESI/FIEC; Programa Fortaleza a Pé; Secretaria Regional doCentro de Fortaleza (Sercefor); Salão das Ilusões; 10ª Região Militar e Secretaria Estadual de Cultura, por meio de seus equipamentos Cine Teatro São Luiz Fortaleza; Biblioteca Pública Espaço Estação; Museu do Ceará; Sobrado Dr. José Lourenço; Theatro José de Alencar; Teatro Carlos Câmara e Casa de Juvenal Galeno.

Como funciona

Em cada Edição, as entidades envolvidas fazem sua programação e se articulam com as demais para montar um programa integrado, estimulando o público a permanecer no Centro, participando das múltiplas atividades oferecidas. Trata-se também de um convite a um outro olhar sobre o Centro de Fortaleza, bairro onde se localizam diversos equipamentos culturais com programação permanente. O “Vivao Centro Fortaleza” reforça a variedade desse cardápio cultural acessível a todos e trabalha conceitos como os de direito à cidade, ocupação e integração dos espaços públicos e privados, valorização da produção artística cearense e pleno exercício dos direitos culturais.

Com esse trabalho, o “Viva o Centro Fortaleza” pretende chamar a atenção da sociedade para o Centro da capital, contribuindo em um processo de transformação do bairro, ocupação em diversos horários e com variadas finalidades, superação de problemas e dificuldades incompatíveis com a envergadura e importância que o Centro ocupa como patrimônio cultural de nossa cidade.

Quem participa

Integrado por cidadãos, entidades da sociedade civil, coletivos culturais, representantes do poder público e equipamentos culturais situados na região central de Fortaleza, o movimento tem promovido reuniões regulares desde maio de 2015, tendo realizado a primeira edição do projeto no dia 23 daquele mês.

PRESS-RELEASE – VIVA O CENTRO FORTALEZA:

>> Entrevistas/mais informações:

Assessoria de Comunicação – Secretaria da Cultura do Estado do Ceará
Tel: 3101.6761
(85) 98699-6524 – Dalwton Moura
(85) 98824-0994 – Lucas Benedecti
(85) 99149-4987 – Paula Candice
98767-9807 – Paulo Probo – Presidente da AGIR

Fotos: Luiz Alves/Morfeu Gilson/Thiago Nozi/Felipe Abud/Cobertura colaborativa

07.07.2016

Assessoria de Comunicação
Dalwton Moura / 85 98699-6524 / 3101-6761

Expediente coordenadoria-01