Ação Corre Saúde retorna à Avenida Beira Mar

8 de julho de 2016

SPD busca atrair mais beneficiários para o Projeto Corre Pra Vida

A Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) retornou à Avenida Beira Mar nesta sexta-feira (8) para mais uma Ação Corre Saúde, iniciativa integrada ao Projeto Corre Pra Vida, que oferece atendimento e orientação a pessoas em situação de rua ou em outros contextos de vulnerabilidade social. A atividade foi desenvolvida em parceria com a Associação de Amparo aos Pacientes com Tuberculose (APTU) e contou com o apoio da Livraria Itinerante Chico Xavier.

A Ação Corre Saúde ocorreu no horário das 6 às 8 horas. Na ocasião, foram prestadas orientações ao público sobre sintomas e tratamento da tuberculose por parte de profissionais da APTU. Além disso, a assistente social Ana Paula Costa realizou uma breve abordagem sobre as atividades do Projeto Corre Pra vida da SPD, destacando a importância do auto-cuidado com a saúde.

A programação contou com a participação da psicóloga Isadora Lopes e do redutor de danos Milton Alves. A dupla prestou informações sobre a redução de danos, prática voltada para a socialização do usuários de drogas. O redutor de danos atua na perspectiva transdisciplinar de saúde, cultura, educação, assistência social, trabalho e renda, visando à garantia do cuidado e dos direitos das pessoas em situação de vulnerabilidade.

Os profissionais aproveitaram para fazer o convite para que mais pessoas em situação de rua procurem os serviços oferecidos no contêiner do Projeto Corre Pra Vida. A ação teve continuidade com a oferta de café da manhã e a distribuição de kit de higiene pessoal.

De acordo com  a Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (Copod) da SPD, a Avenida Beira Mar, em Fortaleza, foi escolhida como local para mais uma Ação Corre Saúde, levando em conta o significativo número de pessoas em situação de rua que circulam por aquela área da capital cearense.

 

O projeto

O Corre Pra Vida constitui-se num ponto de acolhimento e abordagem (contêiner) destinado à população em situação de rua ou em outros contextos de vulnerabilidade social. O objetivo é reduzir os danos causados pelo uso de drogas lícitas e ilícitas e promover direitos e inserção social, além do acesso às políticas públicas de saúde.

O contêiner do projeto funciona de segunda a sábado, das 8 às 17 horas, na área denominada de Oitão Preto, no Centro de Fortaleza, próximo à Santa Casa de Misericórdia. Desde a implementação do equipamento, em novembro do ano passado, já foram realizados mais de 18 mil atendimentos.

08.07.2016

Fernando Brito
Repórter

Daniela Negreiros
Assessora de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 / 98902.7939 – comunicacao@spd.ce.gov.br / daniela.negreiros@spd.ce.gov.br