Reflorestamento no Cocó é iniciado pelo Tancredo Neves

15 de julho de 2016 # # # # # #

Mais de mil árvores, de 15 espécies nativas, ocuparão, a partir de hoje (15), um espaço de mais de um hectare que era utilizado como depósito de lixo há mais de 13 anos nas margens do rio Cocó, em Fortaleza. A Secretaria do Meio Ambiente (Sema), em parceria com a Unimed Fortaleza, iniciou hoje uma ação conjunta que visa trazer à população do Tancredo Neves conscientização ambiental e o convívio adequado com o rio e sua mata ciliar.

O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, lançou a primeira fase do projeto de Florestamento, Reflorestamento e Educação Ambiental, dentro do Programa Ceará Mais Verde, promovido pelo Governo do Estado, contendo ações estratégicas para a redução do desmatamento. Ele também falou da importância de equipamentos de lazer nessas áreas, destacando o cuidado da comunidade com o local. “Essas áreas precisam de equipamentos de encontro, esporte e lazer onde a comunidade possa usar e se orgulhar. Isso vai vir com o lançamento do Concurso de Ideias, que irá equipar diversos bairros próximos ao Parque Estadual do Cocó”. Dentro do programa Ceará Mais Verde, no tocante à produção de mudas, o objetivo é chegar ao plantio de 90 mil nos rios Pacoti, Ipuçaba e Cocó até o final do ano.

A Unimed Fortaleza, por meio de seu presidente, João Borges, afirmou o compromisso com a comunidade assinando o Termo de Cooperação Técnica, no qual consta a atribuição de cuidar daquela área e das árvores plantadas durante dois anos, permitindo o sequestro de dióxido de carbono (CO2) da atmosfera, diminuindo assim a concentração deste gás, combatendo o efeito estufa.

15.07.2016

 

Leia mais: Reflorestamento do Parque do Cocó será iniciado nesta sexta (15) em ação no Tancredo Neves

Demétrio Andrade
Jornalista
085.8814.8286
@demetrioandrade
/DemetrioFarias

Assinatura coornenadoria matérias