Corpo de Bombeiros alerta população para os riscos de incêndios na temporada de ventos

25 de agosto de 2016

O segundo semestre no Ceará é conhecido pela temporada de ventos, que dão um alívio à chegada do clima quente e mais seco da estação. Mas o período também é marcado pela falta de chuvas, que altera as características do solo e da vegetação, tornando-os mais propensos aos incêndios. O número de incêndios cresce tanto nas cidades, como nas zonas rurais dos 184 municípios cearenses. O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará alerta a população para que realizeações preventivas no sentido de reduzir os índices desse tipo de ocorrência no Estado.

Boa parte dos incêndios registrados pelo Corpo de Bombeiros do Ceará vem de queimadas provocadas pela própria população, quando da “limpeza” de terrenos, troca de roçado, queima de lixo e diversos outros motivos. Causar incêndios em vegetação configura crime ambiental sujeito à prisão e multa. Sem falar dos malefícios causados ao meio ambiente, como a destruição da fauna, da flora e de edificações, além do empobrecimento do solo, bem como o aumento da poluição atmosférica.

O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará atua principalmente no combate a incêndios, mas também auxilia no trabalho de prevenção e conscientização. “A população pode colaborar dando destino correto ao lixo, evitando realizar queimadas não autorizadas, não soltando fogos de artifício ou balões em áreas verdes, tendo cuidado ao acender fogueiras ou velas em locais com vegetação. Outro fator positivo para evitar a propagação das chamas é capinar adequadamente o terreno”, alerta o comandante geral adjunto do Corpo de Bombeiros,coronel Carlos Viana.

Incidências

Em todo o ano de 2015, o Corpo de Bombeiros registrou 3.385 ocorrências. Destas, quase 85% aconteceram entre os meses de agosto e dezembro, ou seja, 2.852 casos. Até julho deste ano, 1.126 incêndios foram registrados. O número é mais que o dobro das ocorrências atendidas no mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 533 casos.

Denúncias

Ao perceber um incêndio florestal, o primeiro procedimento a ser feito é acionar imediatamente o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193. Qualquer denúncia sobre queimadas, poderá ser registrada também pelo telefone 190, que acionará o Batalhão de Policiamento do Meio Ambiente ou demais órgãos de proteção ambiental.

Mais informações com a Assessora de Comunicação do Corpo de Bombeiros, Capitã Juliany Freire, nos telefones 3101.2211 / 99785.1776.

Obs: Foto de arquivo

 
25.08.2016

Kélia Jácome
Assessora de Comunicação,
Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS),
Governo do Estado do Ceará,
(85) 3101.6518 e 8766.0028

Expediente imprensa2-01