Rio 2016: Atletas paralímpicos do México chegam ao CFO

25 de agosto de 2016

Após servir como base de treinos para as delegações de atletismo de Cuba e da Argentina, que se prepararam para as Olimpíadas Rio 2016, o Centro de Formação Olímpica do Nordeste (CFO) abriu as portas, nesta quinta-feira (25), para atletas do México que disputarão a Paralimpíada Rio 2016, que começa em 7 de setembro.

TS8029A delegação mexicana é composta por oito pessoas, que seguirão em Fortaleza até 5 de setembro. Três atletas farão a aclimatação para os Jogos na Capital, entre eles o multimedalhista Salvador Hernández, que soma três ouros olímpicos e três pratas e um bbronze no currículo. O atleta terá a companhia de Edgar Navarro, que tem um ouro e um bronze, e Leonardo de Jesús Pérez, que tem um bronze, ambos do atletismo.

Campeão em Atenas 2004, Navarro explicou como será a rotina no Ceará: “Vamos ficar uma semana em Fortaleza com a ideia de aclimatarmos e reduzir um a diferença de horário. Buscamos encontrar as melhores condições de trabalho próximo ao Rio de Janeiro, e essa similaridade que encontramos é fundamental para uma melhor adaptação”.

O CFO

RcastelãoCFO3O Centro de Formação Olímpica do Nordeste, localizado em frente à Arena Castelão, em Fortaleza, faz parte da Rede Nacional de Treinamento que vem sendo estruturada pelo Ministério do Esporte em todo o País.

O novo equipamento tem área total de 85.922,12m², sendo 45.117,87m² de área construída, e faz parte do projeto de legado dos Jogos Olímpicos de 2016, a ser disputado no Rio de Janeiro. Com a meta de estender os benefícios das Olimpíadas para todo País, o Governo do Estado do Ceará e o Governo Federal trabalharam de forma conjunta para o sucesso do complexo, que foi incluído no PAC 2 e no Plano Brasil Medalhas 2016, que destina recursos para construção e reforma de centros de treinamento em diversos estados.

O complexo tem estrutura para abrigar 26 modalidades olímpicas, além de modalidades paralímpicas e outras que não integram o programa olímpico. As modalidades destacadas são: Atletismo, natação, badminton, nado sincronizado, basquete, pentatlo moderno, boxe, rúgbi, ciclismo, tênis, handebol, taekwondô, esgrima, tênis de mesa, futebol, tiro com arco, ginástica, triatlo, levantamento de peso, voleibol, hóquei sobre grama, vôlei de praia, judô, polo aquático, lutas e saltos ornamentais. Além dessas, haverá futsal e caratê. A responsabilidade pela construção é do Governo do Estado do Ceará, sendo investido um total de R$ 258,4 milhões.

25.08.2016

Assessoria de Comunicação da Sesporte
Eduardo Buchholz – (85) 3101-4415 ou 987.321.976
eduardo.buchholz@sesporte.ce.gov.br

Expediente imprensa2-01