SPD avança na qualificação profissional de usuários de drogas em tratamento

26 de agosto de 2016

Edição 2016 do Projeto Criando Oportunidades beneficiará 200 acolhidos em Comunidades Terapêuticas (CTs)

 

Pautada no eixo da reinserção social e profissional de dependentes químicos, a Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) já iniciou a capacitação de 100 pessoas acolhidas em comunidades terapêuticas em pouco mais de 10 dias de desenvolvimento da edição 2016 do Projeto Criando Oportunidades. A ação está sendo viabilizada graças à parceria firmada com a Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) do Governo do Ceará.  

O início da mais recente qualificação para o mercado de trabalho aconteceu na quinta-feira (25), na Comunidade Terapêutica (CT) Ágape, localizada no município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Até o final do semestre, 20 acolhidos na entidade realizarão, gratuitamente, o curso de eletricista predial.

A secretária Executiva da SPD, Aline Bezerra Câncio, prestigiou a primeira aula, aproveitando para cumprimentar todos os alunos pela disposição de aprender um novo ofício a ser abraçado após a conclusão do tratamento na CT. Também estiveram presentes diretores da Ágape, o instrutor do curso de eletricista predial, professor Francisco de Assis; e a coordenadora do ‘Criando Oportunidades’ no âmbito da Organização Barreira Amigos Solidários (Obas), Silvana Ribeiro.

A Obas é das ONGs responsáveis pela execução do projeto, juntamente com o Instituto para o Desenvolvimento Tecnológico e Social (Idear) e o Centro de Formação e Integração Social (CFIS). Ao final das aulas, os beneficiados receberão certificado de conclusão. Os cursos de qualificação serão acompanhados pela Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (Copod) da SPD.

Este ano, 200 acolhidos em 10 CTs que prestam serviços à Secretaria serão favorecidos com o Projeto Criando Oportunidades. As entidades estão distribuídas por Fortaleza, Região Metropolitana (RMF), Cariri e Zona Norte do Estado. Além do curso de eletricista predial, outras opções são: mecânico de motos, masseiro, doces e salgados e reparador de aparelhos domésticos. Hoje, esses ofícios apresentam uma maior demanda por profissionais especializados no mercado de trabalho, o que contribui para o aproveitamento da mão de obra qualificada.

De acordo com Aline Bezerra Câncio, a SPD deverá realizar, ainda, a distribuição de kits, contendo equipamentos básicos, para que os formandos possam dar os primeiros passos na nova profissão em que foram capacitados. Além disso, uma articulação da pasta com o Sistema Nacional de Emprego/Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (Sine/IDT) viabilizará a inserção dos novos profissionais no cadastro de empregos e geração de renda.  

A secretária Executiva da SPD considera a criação de oportunidades de qualificação como fundamental para a reinserção social e profissional dos usuários de drogas, propiciando a recuperação e a melhoria da autoestima dos acolhidos em CTs. Além disso, a ação contribui para evitar a ociosidade e reduz novas possibilidades de uso de drogas.

Com o início da qualificação na CT Ágape (Maracanaú), já chega a cinco o número de entidades atendidas. As aulas também já estão acontecendo nas CTs Grão de Mostarda (Eusébio), Catarina Labouré (Aquiraz), Vida Manará (Aquiraz) e Atos (Caucaia). Ainda serão beneficiadas pessoas acolhidas na Aliança da Misericórdia (Barbalha), Fazenda Esperança (Sobral), Fazenda Esperança Sagrada Família (Fortaleza), Caverna do Adulão (Itaitinga) e Fazenda Esperança (Pacatuba).

26.08.2016

Fernando Brito
Repórter

Daniela Negreiros
Assessora de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 | 98902.7939 – comunicacao@spd.ce.gov.br / daniela.negreiros@spd.ce.gov.br

www.spd.ce.gov.br
Facebook: spdceara
Twitter: @spdceara

Expediente imprensa2-01