Iniciada capacitação para 100 técnicos dos Cras de 36 municípios cearenses

12 de setembro de 2016

Na ocasião, a primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana, apresentou o documentário “O Começo da Vida”, ação para fortalecer a atenção aos vínculos familiares na infância

web MG 2744“Nós precisamos romper alguns paradigmas da violência contra a criança e buscar fortalecer os laços com a família a partir de um novo olhar para a infância em nosso Estado. A violência nas ruas só acaba com o fim da violência em casa, na escola e na sociedade. Queremos dar às nossas crianças um atendimento integrado e que assegure o direito aos três pilares do Programa Mais Infância: Tempo de Brincar, Tempo de Crescer e Tempo de Aprender”. Foi com estas palavras que a primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana, abriu, na manhã desta segunda-feira (12), a capacitação das equipes dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

web MG 2709A formação segue até a próxima sexta-feira (16) e é voltada para 100 técnicos das equipes dos Cras de 36 municípios integrantes do PforR (Programa para Resultados Ceará). Eles recebem orientações para ações com crianças de até seis anos com foco no desenvolvimento infantil.

“Nesse sentido, estamos mobilizando os Cras já há algum tempo para que possamos promover o desenvolvimento infantil de forma completa, e isso só é possível com capacitações dos profissionais que atuam na ponta, no dia a dia das famílias mais necessitadas, que dependem de um olhar mais humano para enxergar as necessidades específicas de cada caso. Essa jornada de capacitação é para que a assistência social chegue nas pessoas que realmente precisam”, acrescenta o secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, Josbertini Clementino.

Mais Infância

A capacitação foi iniciada com a exibição do documentário “O Começo da Vida”, que é mais uma ação do Programa Mais Infância Ceará, especificamente do “Tempo de Crescer”, que visa à construção de uma rede de fortalecimento de vínculos familiares e comunitários através de serviços e formações que contemplem profissionais, pais e cuidadores. Participam do encontro os secretários municipais de Assistência Social, técnicos dos Cras dos municípios integrantes do PforR, equipes técnicas dos centros comunitários, Espaço Viva Gente e ABC’s.

“Eu trabalho como pedagoga no Cras do município de Martinópole e vim na missão de aprender e passar para os meus colegas de trabalho todo o conteúdo da capacitação. Estou ansiosa para receber novas informações e assim atender da melhor maneira possível as famílias e crianças da nossa comunidade”, afirma a pedagoga do Cras de Martinópole, Tarciana Lima.

A qualificação será focada, inicialmente, nos orientadores sociais que atuam nos Cras. Entre os temas abordados durante a semana estão o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para crianças de zero a seis anos; matricialidade sociofamiliar; desenvolvimento da criança; brincadeiras e jogos; inclusão e diversidade; e linguagem. Os municípios cujas equipes serão qualificadas são: Aiuaba, Amontada, Ararendá, Araripe, Barroquinha, Boa Viagem, Capistrano, Choró, Croatá, Graça, Ipaporanga, Ipueiras, Irauçuba, Itapiúna, Itarema, Itatira, Martinópole, Miraíma, Moraújo, Morrinhos, Mucambo, Novo Oriente, Pereiro, Poranga, Quiterianópolis, Reriutaba, Salitre, Santana do Acaraú, Santana do Cariri, Tamboril, Tarrafas, Trairi, Tururu, Uruoca e Viçosa do Ceará.

O Começo da Vida

Foram entregues 400 cópias do documentário “O Começo da Vida” aos Cras, ABCs, abrigos institucionais e demais unidades de atendimento da STDS. O objetivo é sensibilizar pais, cuidadores, gestores e profissionais que lidam diretamente com essas crianças. No último dia 8 de agosto, foram distribuídos 6.560 DVD’s para os estabelecimentos públicos de ensino dos 184 municípios cearenses.

PforR

O Programa para Resultados Ceará (PforR) contempla uma operação de crédito com o Banco Mundial, contratada pelo Governo do Ceará, para garantir a continuidade dos investimentos em áreas estratégicas do Estado. A ação promoverá o crescimento econômico, privilegiando a inclusão social e as políticas ambientalmente sustentáveis, através dos eixos de capacitação profissional, assistência à família, qualidade da água e gestão por resultado.

A STDS insere-se no PforR no eixo da Assistência à Família, executado nos Cras, onde são atendidas pessoas que se encontram em extrema pobreza, incluindo os grupos mais vulnerabilizados. A meta do projeto é fortalecer os vínculos familiares, assegurar maior participação e acessos dos mais pobres aos benefícios e serviços sociais prestados pelo governo, a partir da capacitação das equipes de referência dos Cras, tanto as de nível médio e superior, e do acompanhamento e monitoramento das famílias atendidas. O foco está nas famílias na extrema pobreza, com filhos de zero a seis anos de idade.

 

12.09.2016

Assessoria de Comunicação Social
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – STDS
Jornalista responsável: Carlos Eugênio
Celular: 98878.8510
Fone: 3101.2089 / 2099
E-mail: imprensa@stds.ce.gov.br
Facebook: www.facebook.com/stdsce
Twitter: www.twitter.com/stdsonline

Fotos: Max Marduque / Governo do Ceará

Expediente imprensa2-01