Ordem de Serviço garante Escola de Ensino Médio em Tamboril

16 de setembro de 2016

Com a nova estrutura, estudantes e profissionais terão um espaço adequado para o ensino e a aprendizagem. A capacidade é para até 720 alunos nos dois turnos (manhã e tarde)

 

20160916165210  MG 9432 webA rede de ensino estadual do sertão cearense será ampliada. O governador Camilo Santana assinou, na tarde desta sexta-feira (16), no município de Tamboril, a ordem de serviço para a construção de uma Escola de Escola de Ensino Médio, localizada no distrito de Sucesso. Sob abrangência da Crede 13 (sediada em Crateús), o equipamento vai atender a estudantes das cidades de Ararendá, Catunda, Independência, Ipaporanga, Ipueiras, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Novo Oriente, Poranga, Tamboril e Crateús.

20160916170008  MG 9512 webO chefe do Executivo foi recepcionado por uma cantoria de crianças que apresentaram “Aquarela”, clássico de Toquinho, e foi presenteado com desenhos. Camilo falou sobre a nova escola e destacou os resultados da educação no Estado. “Essa escola moderna, com ginásio, equipamentos modernos, vai trazer educação de qualidade para os jovens de Tamboril. Tenho a boa notícia de que as 24 melhores escolas de ensino fundamental do Brasil são do Ceará, segundo o Ideb. Entre as 100 escolas com melhor avaliação do país, 74 são do Ceará. Esse resultado é um exemplo da parceria entre gestores, professores, alunos. O  Ceará é o estado com maior número de escolas profissionalizantes. Venho iniciar essa obra importante e reiterar o nosso compromisso com a educação no nosso Estado”, disse.

20160916164743  MG 9375 webPara a obra, estão sendo investidos R$ 3.934.650,41, sendo R$ 2.752.549,70 do Governo Federal e R$ 1.182.100,71 do Governo do Ceará. Com a nova estrutura, estudantes e profissionais terão um espaço adequado para o ensino e a aprendizagem. São oito salas de aula, com capacidade para atender até 720 alunos nos dois turnos (manhã e tarde), laboratórios de Informática, Física, Química, Biologia e de Matemática, sala para o Grêmio Estudantil, biblioteca e sala de vídeo. A escola terá ainda anfiteatro e quadra poliesportiva.

O secretário  de Esportes, Jeová Mota, falou sobre os avanços conquistados no município. “Queria agradecer a vinda do governador Camilo Santana por dar um presente tão importante para o distrito de Sucesso. Uma escola nova, custando quase R$ 4 milhões, um ambiente ainda melhor do que os que já temos, equipada com laboratórios, sala de aula estruturadas. Em 2017 poderemos dizer que temos uma escola em tempo integral. Somos muito gratos por tudo o que tem sido investido em Tamboril”, disse.

R20160916173635  MG 98011Moradora do distrito de Sucesso, a professora Patrícia Abreu, mãe do pequeno Davi Abreu, comemorou a novidade. “Estou muito feliz por receber o governador. Ele autorizou a construção de uma nova escola, isso é ótimo para nossos filhos, pois sabemos que educação é algo essencial para todos. Essa escola é sem dúvidas um presente para as crianças e também para os pais”, disse.

A obra será supervisionada pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), ligado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

Rede estadual de educação

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), conta com 709 escolas, beneficiando 445 mil alunos. A oferta de matrícula engloba o Ensino Médio, enquanto compete aos municípios a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, este último, compartilhado com o Estado, onde o município pode solicitar colaboração.

Na região do Sertão de Crateús, são 38 escolas, sendo 16 de Ensino Médio, seis de Educação Profissional, quatro de Ensino Fundamental e Médio, 10 Indígenas, uma Escola do Campo e um Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja).

Metas do Ideb

O Ceará superou as metas propostas pelo Ministério da Educação (MEC) para serem alcançadas em 2015, no ensino fundamental – anos iniciais – e ensino fundamental – anos finais, ficando com a primeira posição entre os estados do Nordeste, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado no último dia 8 de setembro.

Nos anos iniciais (1º ao 5º ano), o Estado alcançou 5,9 pontos quando a meta prevista era de 4,5. O resultado ultrapassa a meta de 2021 (5,4) e propicia a saída da 11ª posição no Brasil para a 5ª colocação. Nos anos finais (6º ao 9º ano), a meta era de 4,3 e o Ceará conquistou 4,8 pontos, superando a projeção para 2017 (4,6). Com relação ao Ensino Médio, o Estado está na 10ª posição em relação às demais unidades da Federação. A média de 2013 foi de 3,6, e em 2015, ficou em 3,7, a mesma pontuação do Brasil.

16.09.2016

Fotos: Tiago Stille / Governo do Ceará

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem

Expediente imprensa2-01