Projeto Livro Aberto certifica internos de cinco unidades prisionais

27 de setembro de 2016

A cada livro lido, os leitores que participam da ação podem ter quatro dias de remição de pena

 

Os livros e suas histórias serão o destaque no Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa (IPF) na próxima quarta-feira (28), às 9h30. Lá acontece a certificação de internos que obtiveram êxito em suas leituras do projeto Livro Aberto. O projeto prevê que a cada livro lido, um interno possa reduzir quatro dias de suas penas. Na ação, participam internas do presídio feminino e de outras unidades prisionais.

A partir de adesão voluntária, mais de 400 internos de cinco grandes unidades prisionais realizaram leituras desde de fevereiro deste ano. Além do IPF, o Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), as Casas de Privação Provisória de Liberdade II e III e a Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo participaram da ação.

O projeto tem o objetivo de integrar o indivíduo à sociedade. “Estamos bastante felizes em certificar esses leitores. O programa abre a visão de mundo dos internos. Eles conheceram personagens e histórias de vida na literatura que, de certa forma, podem ajudá-los a enfrentar problemas dentro e fora das unidades”, pontua Cristiane Gadelha, coordenadora de Inclusão Social do Preso e do Egresso (Cispe).

Os participantes tiveram um mês para ler as obras e, na sequência, escrever um relatório ou resenha sobre o livro. Os textos produzidos foram corrigidos por professores da Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) que já ministram aulas dentro das unidades.

27.09.2016

Assessoria de Comunicação
Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará
– (85) 3101-2862 www.sejus.ce.gov.br
email: ascom.sejus@gmail.com
twitter:@sejus_ce
facebook: sejusceara