Coordenadoria de Direitos Humanos realiza debate sobre autonomias indígenas

4 de outubro de 2016

Foi realizado, na tarde desta segunda-feira (3), o I Ciclo de Debates em Direitos Humanos e Democracia. Com o tema “Processos de autonomias indígenas na Bolívia”, o objetivo do evento foi compreender os avanços e limitações desse processo na constituição boliviana.

“Nosso propósito com esse encontro é iniciar outro processo de trabalho que nos permita trocar experiências entre povos e comunidades do Ceará e da Bolívia”, destacou o facilitador do debate, kechua da Bolívia, Leonel Cerruto. Na ocasião, ele também tratou sobre direitos comunitários e indígenas territoriais e sobre a construção de novos modelos de Estado.

Para o coordenador Especial de Políticas Púbicas dos Direitos Humanos do Ceará, Demitri Cruz, um momento como esse é de extrema importância para reflexão. “ Em um momento tão delicado que vivemos na política e de narrativas antidemocráticas, poder ver de perto o processo revolucionário da Bolívia é também acreditar nas mudanças do nosso País”, disse.

Estiveram presentes o secretário da Justiça e Cidadania do Estado, Hélio Leitão, o titular da Coordenadoria Especial de Juventude do Gabinete do Governador, David Barros, a coordenadora da Coordenadoria Especial para a Promoção da Igualdade Racial do Ceará, Zelma Madeira, o vereador Deodato Ramalho, além de representantes de organizações como Fundação Nacional do Índio (Funai),  Rede Fala Favela, Fundação Cultural Educação Popular em Defesa do Meio Ambiente (Cepema), Universidade Federal do Ceará, Universidade Estadual do Ceará, Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos (CEDDH), Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (NETP), Associação para Desenvolvimento Local Co-produzido (Adelco) e Secretaria Municipal de Educação.

04.09.2016

Ana Carolina Carvalho
Jornalista
3133 – 3717 / 3718

Foto: Ariel Gomes / Governo do Ceará

Expediente imprensa2-01