Solenidade marca abertura oficial da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no CE

18 de outubro de 2016

Evento segue até quarta (19), no Centro de Eventos, com exposições e realização de quatro eventos paralelos. Entrada é gratuita

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia foi aberta oficialmente no Ceará em solenidade na manhã desta terça (180), no Centro de Eventos, em Fortaleza/CE. Os discursos destacaram a importância da popularização da Ciência para a melhoria da vida em sociedade e o incentivo à implementação de políticas e hábitos saudáveis de alimentação, já que a Semana deste ano aborda o tema “Ciência Alimentando o Brasil”.

Em sua fala, o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Inácio Arruda, frisou que é necessário “apostar” no conhecimento como vetor de criação e transformação. “Temos que propagar que a Ciência pode ser feita em laboratórios mas também vir do povo. Ela deve ser vista como algo simples, palpável e, principalmente, ser usada para transformar a nossa realidade. A SNCT vem para estimular a ideia de que o Brasil tem um caminho adequado – o caminho do conhecimento – para sair da crise”, disse.

O secretário apresentou o cenário do Estado, que hoje conta com seis universidades públicas e várias unidades do IFCE, além de diversas instituições de pesquisa, como Embrapa, Inpe e um total de 116 Escolas Estaduais de Educação Profissional, que faz com que adolescentes e jovens estejam envolvidos, desde cedo, com a produção científica.

O reitor da Universidade Regional do Cariri (Urca), Patrício Melo, também presidente do Conselho de Reitores das Universidades Cearenses (Cruc), frisou que em tempos de crise de valores, o fortalecimento das instituições é o caminho para um sistema de Ciência e Tecnologia melhor e mais forte. O professor falou ainda que a popularização da Ciência tem sido uma preocupação diária dentro das instituições. “Popularizamos a Ciência todos os dias, quando levamos à sociedade programas desenvolvidos em nossas universidades”.

O deputado estadual George Valentim, representando a presidência da Assembleia Legislativa, comentou sobre o olhar especial que o Estado vem dando a educação a distância. Ele, que quando secretário de Educação do município de Maranguape ajudou a implantar um polo da Universidade Aberta do Brasil na cidade, destacou que a unidade cumpre um papel importantíssimo na educação superior.

O presidente da Fundação Citinova, Vasco Furtado, disse que em Fortaleza há vários exemplos da aplicação da Ciência, como o programa de mobilidade urbana, implantado com ajuda de estudos de universidades para a criação de faixas exclusivas e a melhoria do sistema de transporte. Outro exemplo dado por ele foi o concurso para criação de aplicativos por diversos jovens interessados em resolver os problemas da cidade. “Fortaleza tem sido um laboratório em que o conhecimento humano é aplicado em beneficio do cidadão”, frisou.

Alimentação em foco

A abertura da SNCT no Ceará contou com a palestra intitulada “Programa de segurança alimentar para o País: pesquisas e novas tecnologias nas áreas de alimentação e nutrição”, proferida pela professora doutora da Uece Maria Luisa Pereira de Melo. Em sua fala, ela destacou a necessidade de se disponibilizar alimentos seguros e com qualidade sanitária, além de saudáveis e nutritivos para a melhoria da vida da população.

A pesquisadora disse ainda que a prevenção e o controle de doenças transmissíveis e não transmissíveis passa pela qualidade da nutrição. “É preciso um estudo da cadeia dos alimentos e da industria para que o setor alimentício tenha matéria-prima de alta qualidade, visando uma melhora da saúde nutricional da população, com atenção a níveis tais como os de gordura, sal e açúcar na dieta”, disse.

Programação SNCT

A programação deste ano inclui exposições e apresentações de trabalhos científicos de estudantes de escolas públicas e universidades, projetos ligados à Ciência e Tecnologia, tais como Ciência Itinerante, Corredores Digitais, Intercaju e Tecnova-CE, e de instituições como Uece, Urca, Funcap, Nutec, Centec, Centro de Educação a Distância, Embrapa e ITIC.

A programação da Semana conta ainda com a realização de quatro eventos paralelos: concurso “Ceará Faz Ciência”; “I Seminário de Integração dos Polos da Universidade Aberta do Brasil no Ceará”; “Bootcamp Corredores Digitais” e “Café Ciência”. Um ônibus-laboratório do projeto Ciência Itinerante com apresentações de experimentos também está disponível para visitação no estacionamento do local.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é uma das principais iniciativas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e ocorre desde 2004 com o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população. É realizada localmente pelo Governo do Ceará, por meio da Secitece.

A Solenidade de abertura da SNCT contou com as presenças do representante do MCTI, Charles Narlock; do reitor da Uece, Jackson Sampaio; do professor Flávio Pinheiro, representando a reitoria da UVA; do presidente da Funcap, Tarcísio Pequeno; do presidente do Centec, Francisco Viana; e de Ieda Montenegro, representando o Nutec. Participaram também o secretário-adjunto da Secitece, Francisco Carvalho e a secretária executiva, Nágyla Drumond.

 

18.10.2016

Cynthia Cardoso
Jornalista | 1982 JP/CE
85 98877-9710 (oi)
85 99737-9950 (tim)

Expediente imprensa 10out-01