Corpo de Bombeiros recebe novos especialistas em segurança contra incêndio e pânico

19 de outubro de 2016

A Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE) encerrou nesta quarta-feira (19), o Curso de Especialização em Segurança Contra Incêndio e Pânico (CESCIP), com a conclusão da capacitação, o Ceará ganha 33 novos vistoriantes de edificações e analistas de projetos de segurança contra incêndio e pânico. Um incremento suficiente para otimizar em até 200% a eficiência do trabalho preventivo realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará.

O curso, de 428 horas/aulas, teve duração de quase três meses e preparou os militares, todos tenentes recém-ingressos na Corporação, para o exercício das atividades definidas na lei 13.556, de 29/12/2004, que confere ao Corpo de Bombeiros o estudo, o planejamento e a fiscalização das exigências que disciplinam a segurança e a proteção contra incêndios nas edificações e áreas de risco no âmbito do Estado do Ceará.

Durante o treinamento, os oficiais acompanharam aulas teóricas e práticas de ética; cidadania e direitos humanos; doutrina de segurança contra incêndio; gestão de segurança contra incêndio; armazenamento e instalações de risco; ocupações e usos especiais; leitura de projetos de segurança contra incêndio; sistema de proteção contra descargas atmosféricas; prática de vistorias técnicas e prática de análise de projetos.

Os novos especialistas serão distribuídos por diversos quartéis de Fortaleza, Maracanaú, Caucaia, Canindé, Itapipoca, Juazeiro do Norte e Crato. “Nossa meta é garantir uma boa distribuição de profissionais capacitados a analisar projetos e vistoriar edificações em todo o estado. Isso nos permitirá atuar com maior regularidade para garantir que as edificações do Ceará sejam realmente seguras para seus usuários”, explica o Coronel Comandante-Geral do CBMCE, Heraldo Maia Pacheco.

Outro beneficio proporcionado pela formatura dos novos especialistas será o aumentar a capacidade do CBMCE de atender à demanda crescente em todo o estado pelo Certificado de Conformidade de Segurança Contra Incêndio e Pânico, documento obrigatório para a regularização de empreendimentos residenciais, comerciais e industriais.

De acordo com o coronel Luiz Eduardo Soares de Holanda, coordenador da Coordenadoria de Atividades Técnicas (CAT) do CBMCE, fortalecer o sistema preventivo do Corpo de Bombeiros é uma das prioridades da corporação, ele destaca a importância do serviço executado pela CAT. “A gente faz mensalmente, só na CAT Fortaleza, aproximadamente 1.600 vistorias, onde a gente entende que nós estamos realmente evitando uma serie de sinistros e incêndios a partir das nossas vistorias. No início do ano tínhamos 10 oficiais analistas de projeto, vamos chegar ao final do ano com 45 oficiais habilitados, o que irá diminuir nosso tempo resposta no que se refere às análises de projeto. E tudo isso demonstra a qualidade que a gente dá a esse sistema e a preocupação que o CBMCE dá a atividade operacional mais importante que o Corpo de Bombeiros exerce que é a prevenção de incêndio. A prevenção é a nossa primeira e principal atividade”, pontuou.

Saiba Mais

A Coordenadoria de Atividades Técnicas (CAT) do CBMCE é o órgão de execução programática responsável pelo controle da observância dos requisitos técnicos contra incêndios e de projetos de edificações. No último dia 14 de setembro, o Governo do Estado entregou 10 novas viaturas para incrementar o serviço de vistorias técnicas executados por esta coordenadoria na capital e região metropolitana de Fortaleza.

19.10.2016

Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE)
Assessoria de Comunicação
(85) 3484-1909 / (85) 98879-7538
www.aesp.ce.gov.br
Facebook: AESP/CE
Twitter: @aespce

Expediente imprensa 10out-01