Uece prepara retorno do calendário letivo de 2016

21 de outubro de 2016

Os professores da Universidade Estadual do Ceará retornam às atividades nesta terça-feira (25)

 

A Universidade Estadual do Ceará (Uece) articula-se para a retomada do calendário escolar de 2016. A reposição das aulas está sendo definida pela reitoria da Uece. O semestre 2016.1 deverá ser finalizado na segunda quinzena de janeiro de 2017, e o segundo semestre de 2016 começa em fevereiro.

Os professores da universidade decidiram encerrar a paralisação nesta sexta-feira (21), em assembleia realizada no Campus Itaperi. Foi a primeira assembleia da categoria após reunião com governador Camilo Santana, realizada no dia 11 de outubro. Na ocasião, um Termo de Compromisso foi assinado por reitores e pelos secretários Élcio Batista (Gabinete do Governador), Hugo Figueiredo (Planejamento e Gestão), e Inácio Arruda ( Ciência, Tecnologia e Ensino Superior). 

O documento prevê melhorias para a categoria, nomeação e concurso para professores efetivos, recursos para melhorias na infraestrutura dos campi. “Tudo isso que estamos anunciando são conquistas muito importantes, que  precisamos frisar para que fique demonstrado à sociedade cearense o esforço do Governo do Estado.  Mesmo em um momento  de grandes dificuldades, depois de cinco anos de seca, crise econômica pesadíssima, conseguimos uma vitória muito importante para as nossas universidades”, reforça o secretário de Ciência Tecnologia e Ensino Superior, Inácio Arruda.

Diálogo

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), acompanhou o movimento grevista em constante interlocução com os integrantes dos sindicatos e da comunidade acadêmica. Várias reuniões já foram realizadas durante a paralisação.  A categoria foi recebidos pelo governador Camilo Santana, pela vice-governadora Izolda Cela, além de encontros com os secretários Inácio Arruda (Secitece), e Hugo Figueiredo, (Planejamento e Gestão), e reitores das Universidades Estaduais.

A pauta de reivindicações foi discutida minuciosamente, com vários pontos atendidos e com Termo de Compromisso formulado. A Secretaria de Planejamento realizou estudo mostrando o impacto financeiro da reposição salarial dos professores efetivos e equiparação para os professores substitutos, além do PCCV para os servidores técnico – administrativo, para o Estado.

O Governo do Ceará reforça ainda que o repasse de recursos para o ensino superior tem sido crescente. No período de 2011 a 2015, os recursos passaram de R$ 262,3 milhões para R$ 390 milhões. Para 2016, a previsão é de R$ 424,1 milhões, representando um aumento de 52% no período.

21.10.2016

Adriana Rodrigues
Jornalista/Assessoria de Comunicação
Universidade Estadual do Ceará – Uece
85 3101-9606 / 3101-9605

Expediente imprensa 10out-01