Estado e Banco do Brasil firmam acordo para incentivar a instalação de empresas na ZPE Ceará

7 de novembro de 2016

Estado e Banco do Brasil firmam acordo para incentivar a instalação de empresas na ZPE Ceará

 

WEB ARI9972“O Governo tem feito várias articulações no Brasil e no Exterior mostrando as oportunidades que o Ceará dispõe, através da ZPE e do Complexo Portuário do Pecém, para a instalação de empresas. Queremos agradecer ao Banco do Brasil por enxergar no Estado a possibilidade de crescimento, de geração de emprego e de geração de renda, que é o que precisamos neste momento no Ceará e no país”, afirmou o governador Camilo Santana, durante assinatura do Termo de Cooperação Técnica com o Banco do Brasil, que vai garantir o financiamento de empresas que pretendem se instalar dentro da Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará).

WEB161107 BB ZPE MG 5897Com a assinatura do acordo, o Banco do Brasil passa a operar como agente financeiro para instalação de empresas na ZPE Ceará, bem como financiador da construção da infraestrutura necessária para permitir a expansão da área. A iniciativa facilita a engenharia financeira para as empresas interessadas em investir no equipamento. O acordo contemplará todas as empresas que atenderem aos requisitos, independente do setor de atuação.

Para o superintendente do Banco do Brasil no Ceará, Clóvis de Castro Júnior, a iniciativa do Estado é uma das grandes alavancas para o desenvolvimento econômico-social do país. “O Brasil tem 26 ZPE’s e a do Ceará é a que tem o melhor nível de funcionamento e a que mais está em vistas de colher resultados consistentes. Por esse motivo, temos todo o desejo de apoiar e abraçar todos os projetos e propostas, tanto do Governo como dos empresários”, declarou.

De acordo com o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, a ZPE Ceará destaca-se no mercado brasileiro por ser a única em funcionamento no país. “A ZPE é hoje o grande instrumento que o Governo dispõe para atrair novos empreendimentos e transformar o Estado. O acordo firmado é importante para que os capitais continuem sendo mundializados. E isso, nós sabemos, só acontece se as indústrias vierem para cá”, afirmou.

Camilo Santana disse quais serão os próximos passos para que o empresário possa se instalar na ZPE do Ceará. “Agora, vamos anunciar que existe essa linha de crédito à disposição do Banco do Brasil para aqueles que estejam interessados em financiar os seus empreendimentos. Ou seja, para instalar-se na ZPE, o empresário pode procurar uma agência do banco, que vai disponibilizar essa linha de crédito específica para o desenvolvimento e crescimento da Zona de Processamento de Exportação do Ceará”, concluiu.

Além do governador Camilo Santana, do presidente da Fiec, Beto Studart, e do superintendente do Banco do Brasil no Ceará, Clóvis de Castro Júnior, o documento foi assinado também pelo assessor especial para Assuntos Internacionais do Governo, Antonio Balhmann, e pela secretária de Desenvolvimento Econômico (SDE), Nicolle Barbosa.

07.11.2016

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de reportagem

Fotos: Carlos Gibaja / Ariel Gomes / Governo do Ceará

Expediente imprensa 10out-01