BPRE registra queda de 20% no número de mortes em estradas estaduais

1 de dezembro de 2016

O Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) da Polícia Militar do Ceará registrou queda de 20% no número de vítimas fatais nas estradas estaduais. Nos onze meses deste ano, 295 pessoas morreram em decorrência de acidentes de trânsito nas CEs, contra 369 que perderam a vida, no mesmo período do ano passado. Ao todo, 74 vidas foram poupadas este ano em relação ao número de vítimas fatais em 2015. O resultado se deve à intensificação do trabalho dos agentes rodoviários estaduais por meio de operações e orientações aos motoristas sobre a importância de respeitar a vida do próximo no trânsito.

Ao todo, foram registrados 2.956 acidentes ante os 2.773 do ano passado, um aumento de 7% nos registros. Foram abordados 1.073.254 veículos, 9% a mais do que o registrado em 2015, quando as abordagens somaram 985.183. Outro destaque do levantamento é o número de armas apreendidas durante as fiscalizações. A quantidade saltou de 90 para 207 armas no mesmo período analisado, o que representa um aumento de 130%.

Um número expressivo no relatório é a quantidade de acidentes com motociclistas que não usavam o capacete no momento do acidente. Conforme os dados, em 2015, os motociclistas envolvidos em acidentes que estavam sem capacetes eram 87. Esse número saltou agora para 262 pessoas, mais do que o triplo do registrado no ano anterior, representando um aumento de 201%. Por outro lado, o número de vítimas fatais que estavam em motocicletas reduziu 25%, caindo de 212 para 159 vítimas.

“Além de ser um item de segurança obrigatório para o motociclista, quando utilizado da forma correta, o capacete ajuda a reduzir os impactos causados por uma queda. Outro item indispensável é a viseira, que deve ser sempre utilizada abaixada”, recomenda o comandante do BPRE, Carlos Lima.

Quanto aos procedimentos relativos ao cumprimento da Lei Seca, o BPRE autuou 359 motoristas nas rodovias estaduais, flagrados conduzindo veículo sob a influência de álcool acima das seis decigramas de álcool por litro de sangue. O número é inferior ao registrado em 2015, quando 508 condutores foram autuados, representando um queda de 29%. Para os casos onde o resultado do etilômetro foi inferior as seis decigramas de álcool, houve aumento de 6%, indo de 6.923 para 7.332 motoristas autuados.

01.12.2016

Assessoria de Comunicação da SSPDS
Fone: (85) 3101 6517/6519
E-mail: ascom@sspds.ce.gov.br
Twitter: @sspdsce

Expediente imprensa 23nov 2016-01