Porto do Pecém registra meio milhão de toneladas de placas de aço embarcadas

9 de dezembro de 2016

Nesta sexta-feira (9), o Porto do Pecém alcançou a marca de 500 mil toneladas de placas de aço embarcadas. O 15º navio de placas atracado no Pecém (NORD FLEX), tem como destino final a Turquia e será carregado com cerca de 54 mil toneladas. Ao final da operação, o total de 551.298,58 toneladas de placas de aço terão sido exportadas através do Porto do Pecém em quatro meses.

As operações do material, nunca realizadas antes no Porto do Pecém, iniciaram em agosto e estão sendo coordenadas diretamente pela Cearáportos, empresa administradora do Porto do Pecém. “Implementamos uma série de melhorias no porto e estamos conseguindo atender dentro do planejado a demanda da siderúrgica. Mostramos assim nossa capacidade de crescer e nos adaptar de acordo com as necessidades de nossos clientes”, disse o diretor-presidente da Cearáportos, Danilo Serpa.

 MVS5566De acordo com o analista de logística da companhia, Valter Araújo, os envolvidos no processo tiveram que passar por um treinamento para atender a nova demanda. “A equipe do porto e representantes dos PSOs visitaram portos no Espírito Santo, a fim de acompanhar algumas operações e percebemos que era muito parecido com alguns procedimentos que já realizávamos aqui com os produtos siderúrgicos (bobinas, vergalhões, tarugos e etc), apenas seria necessário poucas adaptações aos processos já praticados”, declarou.

As placas de aço, produzidas pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), são utilizadas para geração de produtos laminados de alta qualidade para a indústria e tem sido enviadas, principalmente para Estados Unidos (23%), Tailândia (19%), Turquia (12%) e Taiwan (10%). De acordo com Serpa, é um orgulho para Ceará ser provedor deste material para países que, por muito tempo fomos apenas importadores. “Estamos agora conquistando cada vez mais nosso espaço no cenário internacional com a exportação dessas placas e, acredito que é apenas o início de muitas conquistas para o Estado”, finalizou.

ENTENDA

As placas de aço são transportadas da CSP até o Porto do Pecém através de carretas especiais. Em seguida, são recepcionadas e armazenadas no pátio de armazenagem do porto. A operação é feita com empilhadeiras “reach stackers”.

Para o carregamento de navios, as placas de aço são transportadas até o Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), e ficam na área de pré embarque até serem embarcadas através de guindastes do tipo MHC (Guindaste Móvel Portuário).

09.12.2016

Assessoria de Imprensa da Cearáportos
Luiza Dantas – (85) 3372.1500 (Ramal) 1795 / 989442841
luiza.dantas@cearaportos.ce.gov.br
www.cearaportos.ce.gov.br

Expediente imprensa 05dez 2016-01