Alegria e solidariedade marcam o Natal do Acolhimento do Palácio da Abolição

22 de dezembro de 2016

Cada funcionário do Palácio escolheu, a partir de uma lista de nomes, um jovem para apadrinhar e, durante a confraternização, entregou pessoalmente o presente

 

WEB TS0939Foi com muita brincadeira, solidariedade e carinho que o Palácio da Abolição realizou, nesta quinta-feira (22), o Natal do Acolhimento, reunindo 282 crianças e adolescentes, de 0 a 18 anos, de nove abrigos e instituições que atuam no Estado. Na ocasião, os adultos também tiveram o seu dia de Papai Noel. Cada funcionário do Palácio escolheu, a partir de uma lista de nomes, um jovem para apadrinhar e, durante a confraternização, entregou pessoalmente o presente.

“A ideia era abrir o Palácio para as crianças dos abrigos, das nossas instituições, para que cada servidor pudesse apadrinhar uma criança. Esse R161222 NATAL ACOLHIMENTO JW2174momento de Natal é de muita fraternidade, precisamos nos doar, trabalhar a questão da solidariedade, do amor, da paz, e nada melhor que a criança, que simboliza tudo isso, elas são o nosso futuro. Estou muito feliz e emocionado de estar aqui, nessa demonstração de que precisamos construir um Estado mais acolhedor. É isso que eu desejo para todos os cearenses”, disse o governador Camilo Santana, que estava acompanhado da primeira-dama Onélia Leite e dos filhos Pedro e Luíza.

Nos jardins do Palácio da Abolição, a criançada pode se divertir de todo jeito: correram, fizeram pinturas, brincaram no pula-pula, na piscina de bolas, no touro mecânico, lancharam e conversaram com o “bom velhinho” que marcou presença. Através dos presentes – um pouco de tudo que eles gostam, como bolas, carros, bonecas, jogos de tabuleiro, roupas, entre outros -, uma grande troca de sorrisos entre padrinhos e crianças.

WEB TS0777Uma delas era a pequena Ana Lohana Rodrigues, de três anos, da Associação Peter Pan, que estava com a mãe, Laiana Rodrigues. “É muito difícil eles saíram devido ao tratamento, a medicação, então, é uma diversão para eles. É o que eles gostam, aqui eles ficam à vontade, comem o que querem, é muito divertido. É legal porque aqui vemos crianças de todos os tipos, carentes, especiais, mas neste momento todo mundo é igual”, disse.

WEB TS0984Luíza Helena, coordenadora do Abrigo Tia Júlia, elogiou o Governo do Ceará pela iniciativa. “Quero parabenizar essa ação, pois é a primeira vez que eu vejo isso em todos esses anos de serviço público. Eu já conhecia o governador, ele e a primeira-dama Onélia Leite visitaram o abrigo três vezes. Agora ele está dando a oportunidade de conhecermos outras pessoas que trabalham nesse meio. Que Deus abençoe a família dele e de todos que participaram da organização desse evento”, disse.

Mônica Gondim, coordenadora da Proteção Social Especial, órgão da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará (STDS), destaca que ações como essa ajudam a acolher com carinho essas crianças e adolescentes. “Nesse momento em que comemoramos o Natal, essas crianças que se encontram longe dos seus familiares por motivo de vulnerabilidade, por decisão judicial, por condição de risco, são acolhidas com muito carinho pelo Governo do Ceará. Essa iniciativa dos servidores é extremamente importante para que as elas se sintam valorizadas e inseridas nesse contexto natalino”, disse.

As crianças e adolescentes presentes na confraternização são dos seguintes abrigos e instituições: Abrigo Tia Júlia; Abrigo Desembargador Olívio Câmara (ADOC); Casa Abrigo; Albergue Viva Gente; Abrigo Casa da Criança (ONG Instituto de Assistência e Proteção Social – IAPS); Circo Escola Bom Jardim; Circo Escola Conjunto Palmeiras; Coral das crianças da Associação Nossa casa Mãe África; Centro Pediátrico do Câncer do Hospital Infantil Albert Sabin, em parceria com a Associação Peter Pan.

22.12.2016

Fotos: Carlos Gibaja, José Wagner e Tiago Stille / Governo do Ceará

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem

Expediente imprensa 05dez 2016-01