Oriente Médio: governador discute refinaria com investidores iranianos

17 de Janeiro de 2017


Camilo Santana se reuniu, em Teerã, com o vice-ministro do Petróleo, Abbas Kazemi. Implantação de refinaria no Ceará foi a pauta do encontro

 

2017-01-17-PHOTO-00000974bO governador Camilo Santana se reuniu nesta terça-feira (17), no segundo dia de missão oficial no Oriente Médio, com investidores do Irã para debater a instalação da refinaria no Ceará. O encontro contou com a presença do vice-ministro do Petróleo, Abbas Kazemi, que também é presidente da National Iranian Oil Refining and Distribuition Company (NIORDC).

A empresa iraniana é responsável pela execução dos investimentos estratégicos no setores de Óleo e Gás e pela distribuição dos produtos comercializados pelas estatais do país. “Deixei claro a nossa disposição em trazer uma refinaria para nosso o Estado e expus o interesse em contar com a 2017-01-17-PHOTO-00000977epresença de investimentos do Irã nesse projeto. Tivemos ótima receptividade dos iranianos para a viabilização do negócio”, citou o governador Camilo Santana, que estava acompanhado do assessor especial para Assuntos Internacionais, Antônio Balhmann.

Durante o encontro, realizado em Teerã e que contou com a participação do diretor de Planejamento Corporativo e Membro do Conselho Gestor da NIORDC, Alireza Arman Moghadam, o governador apresentou ainda a Zona de Processamento de Exportação. A área compreende o local destinado à implantação da refinaria e representa grande diferencial para empresas interessadas em investir no Ceará.

Irã e Emirados Árabes

2017-01-17-PHOTO-00000980fTambém nesta terça-feira, a comitiva cearense se reuniu com o embaixador do Brasil no Irã, Rodrigo de Azeredo. Amanhã, o governador Camilo Santana e o secretário Antônio Balhmann seguem para Dubai, nos Emirados Árabes, onde participam de encontro com empresários de multinacional das áreas de óleo, gás, energia e água. Também no país, em Sharjah, Camilo Santana visitará uma das maiores plantas de dessalinização do mundo. 

Refinaria chinesa

Em novembro de 2016, o governador assinou, na China, um Memorando de Entendimento (MOU – Memorandum of Understanding) com a multinacional de petróleo Guangdong Zhenrong Energy para realização de estudo – em andamento – sobre o projeto da refinaria do Ceará. Se concretizada, a previsão é de que a unidade de refino produza até 300.000 barris/dia, com investimento de 4 bilhões de dólares.

 

 

 17.01.2017

Thiago Cafardo
Porta-voz do governador do Ceará

Fotos: Ascom / Governo do Ceará

Expediente imprensa 05dez 2016-01