Escola de Saúde Pública do Ceará forma 529 novos residentes

7 de março de 2017 # # # # # # # #

20170306190157  MG 7359

Cineteatro São Luiz foi palco da cerimônia de 529 concludentes de Residência Multiprofissional e Médica na noite desta segunda-feira (6)

20170306194458  MG 7517 A defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) marcou a cerimônia de encerramento das turmas de residência Multiprofissional e Médica no Cineteatro São Luiz, nesta segunda-feira (7), em Fortaleza. “Garantir a qualidade e o processo de residência é um marco num momento tão adverso. Ninguém faria a opção por esse processo se não acreditasse no Sistema Único de Saúde (SUS)”, disse a vice-governadora Izolda Cela, que representou o governador Camilo Santana, escolhido como patrono pelos 529 concludentes.

20170306200215  MG 7569 O evento, que contou com a participação dos secretários de Saúde, Henrique Javi, e de Cultura, Fabiano Piúba dos Santos, também foi um momento de acolhimento aos 639 novos residentes. “Concluir a residência é aumentar a responsabilidade com a sociedade e com o SUS”, lembrou o secretário da Saúde do Estado. Os oradores Marcossuel Gomes Acioles (psicólogo concludente da Residência Multiprofissional) e Eberson de Alcântara Cruz (médico concludente da Residência Médica) reforçaram o compromisso com a saúde pública e destacaram a importância do SUS para os brasileiros.
Saúde, cultura e arte

Os dois secretários assinaram, durante a cerimônia, o termo de Cooperação Técnica do projeto “Residência na Rua: Saúde, Cultura e Arte”, entre as Secretarias da Saúde (Sesa) e da Cultura (Secult). “Educação sem cultura é só ensino. (…) Saúde sem cultura é só remediação”, destacou o secretário Fabiano dos Santos, que lembrou a transdisciplinaridade da cultura.

O Projeto Interinstitucional é uma cooperação técnica entre a Escola de Saúde Pública por meio da Residência Multiprofissional em Saúde – RIS-ESP/CE e a Secult através do Cineteatro São Luiz. A iniciativa, criada em agosto de 2016, envolve estratégias articuladas por profissionais da saúde (residentes) e a expressão de várias linguagens artísticas e culturais para promover a saúde, saúde mental, arte, cultura e cidadania, voltadas à população em situação de rua da Praça do Ferreira.

Os integrantes do projeto realizam atividades como rodas de samba, rodas de contação de histórias, oficinas de percussão corporal, mostra de fotografias, dança, capoeira, teatro, rodas de conversa e cuidados individuais e coletivo de saúde com pessoas em situação de rua na Praça do Ferreira, em Fortaleza.
ESP

A Escola de Saúde Pública, dentre outras ações, desenvolve pesquisas baseadas em dados de processos seletivos anteriores, conciliando as necessidades da rede pública de saúde estadual com os interesses do profissional de saúde em optar por especializar-se em determinada área.

Para o superintendente da ESP, Salustiano Pessoa, a cerimônia desta segunda-feira demonstra que o processo de educação tem de ser permanente. “Esse é um compromisso importante do governador Camilo Santana com a valorização do SUS”, explica.

Desde 1993, o Programa de Residência Médica passou a ser vinculado à ESP/CE. Nesse período deu-se a criação do Centro de Residência Médica (Cerme), para coordenar as atividades daquele programa. Coube à ESP/CE, à partir de 1993, a publicação de manual, edital, processo seletivo e toda a parte administrativa e de organização da Residência Médica, além de intermediação junto à Sesa, hospitais e Comissão nacional de Residência Médica. Esta última turma teve 239 concludentes.

A Residência Integrada em Saúde – RIS-ESP/CE foi inaugurada em 2013 e também é conduzida político-pedagogicamente pela ESP. A solenidade marcou também o encerramento da terceira turma da RIS, iniciada em 2015, que teve 290 concludentes.

07.03.2017

Assessoria de Comunicação da Sesa
Cristiane Bonfim/ Marcus Sá / Helga Rackel (85) 3101.5221 / 3101.5220
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Expediente imprensa 09jan 2017-01