Centro Cultural Bom Jardim realiza ato Dandaras Vivem, neste sábado (18), com apresentações artísticas gratuitas

17 de março de 2017 # #

dandaras g
Manifestação cultural é ato de repúdio à violência diária que vitima o público LGBT e de reafirmação dos direitos dessas pessoas. A programação se inicia às 16h, com DJs, shows, concurso de dublagem, performances, entre outras atrações

O bairro Bom Jardim que, há um mês, foi palco do assassinato cruel da travesti Dandara dos Santos, neste sábado (18), transforma-se em lugar de resistência e de luta da população LGBT por meio da arte e da cultura. No dia 18 de março, a partir das 16h, o Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ) e entidades e grupos artísticos ligados à pauta LGBT realizam o Dandaras Vivem, ato em repúdio à violência sofrida por Dandara e por todas as travestis, transgêneros, gays e lésbicas violentadas diariamente, no País.
A manifestação se inicia às 16h e segue até as 21h30, com apresentação de DJs, exibição do documentário “Close” (de Rosane Gurgel), concurso de dublagem, swingueira, performance e os shows “As Mulheres de Preto” e “A Mulher Barbada”, na Arena do CCBJ.  O ato Dandaras Vivem é um ato de amor à diversidade e, sobretudo, um ato político que, usando-se de expressões artísticas, endossa as manifestações por políticas públicas para a população LGBT. Às 19h, será lido um manifesto de reafirmação dos direitos desse público.

“Com o ato Dandaras Vivem, damos partida numa série de ações culturais e de formação que o Instituto Dragão do Mar vai realizar em parte dos equipamentos culturais que gere: o CCBJ, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e a Escola Porto Iracema das Artes, inicialmente”, afirma o presidente do Instituto, o jornalista e antropólogo Paulo Linhares.

No último dia 7 de março, Linhares recebeu representantes de grupos artísticos e coordenadorias ligados à causa LGBT e de Direitos Humanos, para discutir a importância de ações permanentes de cultura que valorizem e incentivem a produção artística LBGT. Foram definidas então quatro propostas iniciais: um núcleo de formação artística LGBT no CCBJ e no Porto Iracema; o projeto Trajetos Artísticos LGBT, que vai desenvolver espetáculos com a temática; um festival de artes LGBT; e um programa televisivo sobre os direitos LGBT em parceria com a TVC.

Essas pautas já estão sendo encaminhadas por uma comissão especial designada a partir desta reunião, onde estiveram presentes representantes das seguintes entidades e grupos: Centro de Defesa da Vida Herbert de Sousa (CDVHS); Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT do Governo do Estado do Ceará (COELGBT); Assessoria da vereadora Larissa Gaspar, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal; Gabinete do Governador; Coletivo Artísticos As Travestidas; Coordenadoria da Diversidade da Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza; Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial (Ceppir) do Governo do Estado do Ceará; Outro Grupo de Teatro; Coordenadoria Especial dos Direitos Humanos do Estado do Ceará; Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude do Estado do Ceará; e Fórum LGBT.

Programação

16h
DJs
Local: Arena do CCBJ
17h
Documentário Close
Local: Cineclube

18h
Concurso de Dublagem
Local: Arena do CCBJ
18h40
Grupo de Swingueira
Local: Arena do CCBJ
19h
Show de Perfomance / Manifesto
Local: Arena do CCBJ
20h30
Show “As Mulheres de Preto”
Local: Arena do CCBJ
21h
Show “A Mulher Barbada”
Local: Arena do CCBJ

SERVIÇO

Ato Dandaras Vivem
Quando: dia 18 de março de 2017 (sábado)

Hora: das 16h às 21h30
Onde: Centro Cultural Bom Jardim (Rua Três Corações, 400 – Bom Jardim)
Acesso gratuito

Mais informações à imprensa

Assessoria de Comunicação do Instituto Dragão do Mar
Luar Maria Brandão – 85 3488.8625/ 98970.8081
Luciana Vasconcelos – 85 3488.8617/ 98733.8829

17.03.2017

Luar Maria Brandão
Assessoria de Comunicação do Instituto Dragão do Mar
Telefones: +55 85 3488.8625/ +55 85 98970.8081

Expediente imprensa 09jan 2017-01