SAMU treina profissionais para tratamento de infarto do miocárdio

21 de março de 2017 # # # #

banner treinamento infarto agudo

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192 Ceará) dá prosseguimento à capacitação de médicos e enfermeiros no uso de trombolítico nas ambulâncias de suporte avançado (UTIs móveis) e realiza nesta terça-feira, 21 de março, o segundo Treinamento sobre Diagnóstico e Tratamento do Infarto Agudo do Miocárdio, no auditório do Núcleo de Educação Permanente (NEP), Rua da Paz, 29, Centro, no município de Eusébio, das 8 às 12 horas. O primeiro, realizado na manhã desta segunda-feira, 20, ocorreu no Hospital Regional do Cariri, do Governo do Ceará, com a participação de 90 médicos e enfermeiros da macrorregião.

As vítimas de infarto agudo do miocárdio socorridas pelo SAMU 192 Ceará passarão a receber, ainda neste semestre, tratamento trombolítico pré-hospitalar que aumentam as chances de sobrevivência e recuperação sem sequelas. O medicamento trombolítico já está disponível em dez UTIs móveis, em projeto-piloto, mas chegará às 20 UTIs Móveis que dão cobertura aos 129 municípios de abrangência do SAMU 192 Ceará. Para realizar o tratamento, foram treinados 300 profissionais de saúde, entre os quais 40 médicos. A estimativa é de que a incorporação do trombolítico reduza em 17% o número de óbitos por infarto.

No infarto agudo do miocárdio, a artéria que irriga o coração fica obstruída. Com isso, o sangue não consegue levar oxigênio para o coração e o músculo cardíaco entra em necrose (morre), causando o infarto e podendo ocasionar uma parada cardíaca. O medicamento trombolítico desfaz a obstrução e a circulação no coração volta a acontecer, interrompendo o infarto. O ataque cardíaco é uma ocorrência grave, que está entre as principais causas de morte no Brasil e no mundo. No entanto, quanto antes a pessoa receba atendimento médico, maiores serão as chances de sobrevida.

Os pacientes recebem o tratamento já na ambulância, uma vez que o trombolítico é de fácil e rápida administração no veículo – apenas uma ampola é suficiente. Além disso, o uso precoce do medicamento reduz as chances de o infartado apresentar sequelas como a insuficiência cardíaca, que obriga o paciente a tomar medicamentos por toda a vida. Ou seja, além do benefício à população, a medida diminui o valor gasto com a compra de medicamentos que seriam utilizados em casos com sequelas. O SAMU 192 Ceará realiza atualmente uma média de 120 atendimentos a pacientes com infarto por mês e a estimativa é que, após avaliação criteriosa, 21 deles tenham indicação para o tratamento trombolítico.

Sintomas e fatores de risco

O infarto tem manifestações clínicas bem específicas, como dor referida no tórax (ou peito) contínua, de forte intensidade e sensação de compressão, aperto ou queimação no peito, ardor bastante semelhante à azia, dor peitoral irradiada para a mandíbula e para os ombros e braços, mais frequentemente do lado esquerdo do corpo, e, por vezes, palpitações prolongadas – tecnicamente chamadas de arritmias cardíacas. A pessoa pode apresentar, ainda, suor excessivo, náuseas, vômitos, tontura e desfalecimento, assim como ansiedade e agitação.

Alguns dos principais fatores que aumentam o risco de um infarto do miocárdio são história familiar, diabetes mellitus, hipertensão arterial, tabagismo, elevação do colesterol, obesidade, sedentarismo, falta de exercícios e estresse. A melhor prevenção para o infarto é manter hábitos que proporcionem uma vida saudável, como a prática de exercícios físicos e dieta balanceada à base de frutas, verduras, legumes e cereais, que ajudam a garantir um bom funcionamento do coração. Em 2016, dos 13.513 óbitos por doenças do aparelho circulatório no Ceará, 3.506, o equivalente a 25,9% do total, foram por infarto agudo do miocárdio.

Serviço:

Treinamento sobre Diagnóstico e Tratamento do Infarto Agudo do Miocárdio

Dia: 21 de março de 2017 (terça-feira)
Horário: 8 às 12 horas
Local: Auditório do Núcleo de Educação Permanente do SAMU – Rua da Paz, 29, Centro, Eusébio

21.03.2017

Assessoria de Comunicação da Sesa
Cristiane Bonfim/ Marcus Sá / Helga Rackel (85) 3101.5221 / 3101.5220
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Expediente imprensa 09jan 2017-01