CE Pacífico: Iniciativas pacificadoras são promovidas por jovens na Uniseg 1

27 de março de 2017 # # # #

web Iniciativas pacificadoras sao promovidas por jovens na Uniseg 1 - 24.03.17 3

A segurança pública é assunto levado a sério por jovens e adolescentes da Unidade Integrada de Segurança 1 (Uniseg 1) de Fortaleza. O Grupo de Protagonismo Juvenil, formado pela moçada da área, assumiu a responsabilidade de pluralizar iniciativas que promovem a paz no território. Para isso, eles contam com o apoio da Polícia Militar do Estado do Ceará. Com temas como “Promoção da Cultura de Paz”, os garotos e garotas propagam idéias de combate à violência e às drogas. Uma das discussões foi em uma roda de conversas, na última quarta (22), que contou a participação do comandante do policiamento da Uniseg 1, capitão Messias Mendes.

web Iniciativas pacificadoras sao promovidas por jovens na Uniseg 1 - 24.03.17 4O Grupo de Protagonismo Juvenil atua com iniciativas pacificadoras nos bairros Vicente Pinzon, Cais do Porto e Mucuripe, que compreendem a Uniseg 1, além de outros bairros. De atividades culturais a debates com temáticas diversificadas, aproximadamente 17 jovens e adolescentes agem em parceria com o Poder Público na fomentação da cultura de paz no território do Ceará Pacífico. Dois dos debates contaram com a presença do capitão Messias, que respondeu às perguntas da garotada. No último, nessa quarta, a Praça do Mirante, no ponto alto do bairro Vicente Pinzon, foi o cenário do encontro. O espaço público logo foi preenchido por pessoas de todas as idades interessadas em conhecer melhor o trabalho desenvolvido pela segurança pública. Os debates são promovidos por representantes do Fórum Ceará Pacífico, do Núcleo de Ações Pela Paz (Na Paz) da Uniseg e de movimentos sociais e outras organizações, articuladores sociais e pessoas atuantes na comunidade.

web Iniciativas pacificadoras sao promovidas por jovens na Uniseg 1 - 24.03.17 1“Com a conversa, a gente conhece melhor a realidade do outro”, pontua Mendes. O tema central das discussões foi a segurança comunitária do bairro. Mas não ficou por aí. De acordo com o capitão, um dos interesses do público era entender os aspectos que compreendem a abordagem policial. “Eles procuraram entender melhor o porquê da possibilidade de serem submetidos às abordagens policiais”. Para tirar as dúvidas, o comandante explicou as técnicas empregadas no procedimento. “A grande curiosidade deles é entorno da busca pessoal”, destaca o militar, que também explanou os projetos existentes na PM.

Ainda segundo Messias Mendes, alguns jovens relataram não gostarem da busca pessoal. “Mas isso faz parte… de se submeter a esse tipo de averiguação em nome de uma causa maior, que é a coletividade”, explicou o policial. Iris da Silva Belarmino, 16, é uma das adolescentes que participou do bate-papo com o PM. Moradora do Morro Santa Terezinha, no Vicente Pinzon, a garota, que mora com os pais e três irmãos, também aproveitou a oportunidade para tirar dúvidas e expor sua visão sobre o trabalho policial.

“Ele falou coisas certas sobre usar drogas, que é algo que prejudica a pessoa”, relata Iris, ao destacar o que lhe chamou atenção na fala do capitão. Ela aproveitou e perguntou a ele o porquê de não poder permanecer com som de carro ligado em um volume alto, por exemplo. Iris também ressalta que o comandante explicou a importância das abordagens policiais e buscas pessoais visando combater ações criminosas. “A pessoa pode ter uma faca e querer usar para roubar (…). Eu achei interessante o encontro, porque é difícil ter algo assim”, avalia.

Tão interessante que ela repassa para outros jovens as idéias discutidas nesse e em outros debates. Iris e outros adolescentes difundem os conceitos de segurança comunitária dentro do bairro. “Falamos sobre não usar armas, não ser ignorante com os pais e os riscos de usar drogas”, explica. A menina participa do Grupo de Protagonismo Juvenil há um ano e já se tornou uma multiplicadora de iniciativas pacificadoras. Por participar de ciclos de conversas, ela alcançou certificado de atuação na comunidade.

A garota, que tem o incentivo da família, pretende avançar na construção da segurança comunitária – como uma policial. “Eu acho uma profissão muito boa e muito bonita e quero ampliar o número de mulheres atuando”, projeta Iris, que revela os planos de fazer concurso para ingressar na Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com Breno Gabriel Caetano, 20, que é articulador social do Ceará Pacífico no Vicente Pinzon e um dos organizadores dos debates, o intuito das programações é construir passos de convivência comunitária, tendo os jovens como protagonistas. As mobilizações para atrair participantes são feitas por meio de aplicativos de mensagens, redes sociais e em escolas e projetos sociais. “O Grupo de Protagonismo Juvenil tem o objetivo de proporcionar ao jovem da comunidade espaço para ser multiplicador das ações de paz com rodas de diálogos, por exemplo”, destaca Breno.

Outras atividades já ocorreram no Castelo Encantado, no Na Paz e no Farol do Serviluz. O primeiro teve como tema “O Papel do Jovem e Adolescente na Promoção de uma Cultura de Paz”. “Essa é a segurança que se aproxima do cidadão”, enfatiza Mendes, que apóia as iniciativas.

Serviço
Núcleo de Ações pela Paz (Na Paz) da Uniseg
Endereço: Rua Doutor Antonio Carneio – Vicente Pinzon
Telefone: (85) 3265-4839
Rafaele Silva

27.03.2017
Assessoria de Comunicação da SSPDS
Fone: (85) 3101 6517/6519
E-mail: ascom@sspds.ce.gov.br
Twitter: @sspdsce

Núcleo de comunicação

  • Assessor Especial de Comunicação Chagas Vieira
  • Coordenadora de Imprensa Ana Cristina Cavalcante
  • Porta-voz Thiago Cafardo
  • Gestora de Conteúdo Wania Caldas
  • Gestor de Fotografia José Wagner
  • Fotografia Oficial Carlos Gibaja
  • Gestores de Secretarias Ciro Câmara Ana Martins Sabrina Lima
  • Comunicação Institucional Giselle Dutra
  • Gestor de Rádio Lúcio Filho
  • Gestor de TV Weberte Lemos
  • Gestor de Web Bruno Bacs
  • Gestor de Reportagem Wilson Zanini
  • Reportagem André Victor Rodrigues Thiago Sampaio Caio Faheina
  • Assessoria Primeira Dama Déborah Vanessa Wiarlen Ribeiro
  • Fotografia Ariel Gomes Marcos Studart Tiago Stille Nívia Uchôa Lia de Paula
  • Mídia Sociais Alyne Castro Daniel Santos Yuri Lobato