Governador visita obras do Hospital de Messejana e do VLT

28 de março de 2017 # # # # # #

Foto: Carlos Gibaja / Governo do Ceará

O governador do Ceará, Camilo Santana, visitou na manhã desta terça-feira (28) as obras da emergência no Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM), da rede pública estadual. A reforma orçada em R$ 1,5 milhão está em fase de conclusão. “Essa obra será muito importante para desafogar a emergência do Hospital de Messejana. Serão 48 leitos a mais na unidade. Fiz questão de visitar o hospital e conversar com os pacientes, familiares e profissionais de saúde para conhecer de perto as principais necessidades. Temos feito todos os esforços para melhorar nosso sistema de saúde”, declarou o governador.

Camilo Santana foi ao Hospital de Messejana acompanhado do secretário da Saúde do Estado, Henrique Javi, do deputado estadual Fernando Hugo e do superintendente da rede de apoio às unidades da Secretaria da Saúde (Sesa), Pedro Leão. O diretor geral do hospital, Frederico Augusto de Lima e Silva, o diretor médico, Eldon Barros de Alencar, e a diretora técnica, Ana Lúcia Nocrato, apresentaram a estrutura do Posto 3, uma ampliação da emergência que vai oferecer mais 48 leitos aos pacientes. “É um estímulo ver neste hospital tantos pacientes sendo assistidos e transplantados, vivenciando outro aspecto que se não fosse a assistência dada aqui, não teriam a menor chance de sobrevida. Isso motiva todos nós”, ressaltou Henrique Javi.

O governador e o secretário da Saúde visitaram também a emergência, onde conversaram com os pacientes e profissionais do setor. Eles passaram ainda pela UTI pediátrica e conheceram os médicos do Projeto Children´s Heart Link, uma Organização Não Governamental de Seattle, EUA. A equipe norte-americana está visitando o Hospital de Messejana, em uma parceria para melhorar ainda mais os procedimentos realizados em crianças com cardiopatias congênitas.

O diretor do HM, Frederico Augusto Lima e Silva, declarou que a visita do governador foi muito oportuna, pois ele conheceu o acabamento da obra de ampliação da emergência. “A visita foi uma grande chance também para que todos conversassem com ele. Nosso intuito é melhorar sempre”, destacou.

Atualmente, o Hospital de Messejana tem 355 leitos e é referência em cardiologia e pneumologia, inclusive com a realização de transplantes do coração e pulmão. Possui seis UTI’s com capacidade total de 56 leitos. O setor de emergência, com 98 leitos, funciona 24 horas por dia e atende em torno de 10 mil pacientes por mês. O centro cirúrgico tem quatro salas e o setor de hemodinâmica conta com duas salas para cateterismos cardíacos.

Obras do VLT

O governador Camilo Santana também visitou trechos em obras para a implantação do ramal Parangaba-Mucuripe a ser operado por veículo leve sobre trilhos (VLT). O secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes, acompanhou a visita e atualizou o governador sobre o avanço dos trabalhos. A comitiva percorreu a pé o trecho entre a estação Borges de Melo até a Pontes Vieira, área que faz parte do trecho 3 da obra. “O VLT será importantíssimo para melhorar a mobilidade urbana de nossa Capital e, quando concluído, terá 13,4 quilômetros”, observou Camilo Santana.

As obras do VLT, ramal Parangaba-Mucuripe, foram retomadas em julho de 2015 e estão com mais de 60% de execução. Os trabalhos estão divididos em três trechos. O primeiro a ficar pronto será o trecho 2, que está com 90% de execução e fica entre as estações Borges de Melo e Parangaba. O trecho já está em fase de operação experimental, na qual o trem circula entre as estações Parangaba e Borges de Melo, sem passageiros. Em seguida, deve ser concluído o trecho 1, que contempla a construção da passagem inferior da Avenida Borges de Melo. Os trabalhos avançam e já alcançam 45% de execução. Já o trecho 3, que compreende o percurso entre as estações Iate e Borges de Melo, está com o cronograma em execução, com expectativa de entrega até o início do ano que vem.

Saiba mais

O Ramal atravessa 22 bairros, área que concentra mais de 500 mil moradores de Fortaleza. A previsão de demanda potencial do novo modal é de 90.000 passageiros por dia. O projeto prevê a construção de três tipologias de estação: a de Parangaba será elevada, possibilitando a total integração à Linha Sul do Metrô de Fortaleza e ao terminal rodoviário do bairro. A estação Papicu também será diferenciada e se integrará à Linha Leste do Metrô e o terminal rodoviário. As oito estações restantes terão a modelagem padronizada.

28.03.2017

Assessoria de Comunicação do Hospital de Messejana
Milena Fernandes
Contato: (85) 3101-4092 / (85) 988413091

Assessoria de Comunicação da Secretaria da Infraestrutura – SEINFRA
Marco da Escóssia – (85) 98898-4318 ou (85) 3216-3764
Twitter: @seinfrace
Facebook:

Expediente imprensa 09jan 2017-01