Governo do Ceará entrega Escola de Educação Profissional em Caridade

7 de abril de 2017 # # # # #

Fotos: Carlos Gibaja e Ariel Gomes / Governo do Ceará Thiago Sampaio Repórter / Célula de Reportagem

Em todo o Estado, são 50 mil jovens atendidos nas 116 Escolas Estaduais de Educação Profissional em funcionamento, implementadas com a finalidade de integrar o Ensino Médio à Educação Profissional

 

Os jovens do município de Caridade, a 84 quilômetros de Fortaleza, contam com um novo espaço, totalmente equipado, para educação através das disciplinas fundamentais, além de outras de capacitação para o mercado de trabalho. O governador Camilo Santana inaugurou, no início da noite desta quinta-feira (6), a Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Francisco Paiva Tavares, que contou com investimento total de R$ 11,6 milhões, oriundos dos governos federal e estadual.

Camilo Santana, que foi recepcionado pelos estudantes, falou da emoção do momento. “Quando a gente chegou e viu aquela turma de jovens cantando de maneira calorosa, com muita alegria, nos encheu de felicidade. É isso que nós queremos. Essa é a segunda vez que venho a Caridade enquanto governador. Na localidade de Campos Belo, inaugurei a primeira escola de Ensino Médio de tempo integral da minha gestão. Esse equipamento é o que há de melhor, tem uma estrutura física que não deixa a desejar em nada em relação a nenhuma escola particular do país. Isso só mostra que estamos no caminho certo, porque só vamos construir um estado mais justo através da educação. É um privilégio estar aqui sabendo que estamos entregando um futuro a esses jovens que fazem essa história”.

A nova unidade de ensino tem 12 salas de aula, auditório, biblioteca, blocos pedagógico e administrativo, laboratórios específicos para os cursos técnicos oferecidos, além dos de Línguas, Informática, Ciências e Matemática. A EEEP FranciscoPaiva Tavares, especificamente, oferta os cursos profissionalizantes de Estética, Desenho da Construção Civil, Informática e Administração.

A escola, que ocupa uma área construída de 5,5 mil metros quadrados, faz parte da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 7, sediada em Canindé. A rede estadual na região conta com 17 escolas, sendo 10 de Ensino Médio Parcial, 2 de Ensino Médio Integral, 3 de Educação Profissional, 1 de Ensino Fundamental Indígena, e 1 Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja).

Uma das jovens presentes era Sayara Alves Marreiro, aluna do 1° ano do curso de Administração. “Estou achando a experiência maravilhosa, estamos tendo a oportunidade de conhecer o governador, mostrar a R ARI5992ele nossa escola, os ótimos professores que temos. Esse lugar é muito importante pois aqui temos as disciplinas comuns e também preparação para o mercado de trabalho. Aqui as pessoas saem capacitadas e com a cabeça mais aberta para o que vier”, disse.

O mesmo pensamento é de Maria Fabiana Queiroz dos Santos, aluna do 1° ano de Desenho de Construção Civil. “Está sendo ótimo, aqui temos muitas oportunidades, com professores capacitados. É bom também para a cidade, trazendo uma grande infraestrutura. O curso que estou fazendo é muito interessante, estou gostando muito. Tenho o sonho de me formar em Direito, ser juíza, mas pode ampliar os meus horizontes”.

O secretário da Educação, Idilvan Alencar, destacou a luta para que a construção da escola fosse possível no município. “Caridade não tinha o perfil para ter uma Escola de Educação Profissional pelo número de habitantes. Mas graças a esses guerreiros, que lutaram bravamente por isso, conseguimos a realização desse sonho. É uma escola fantástica. Quero agradecer à toda a equipe da Seduc pelo empenho, pois é um trabalho de muitas mãos para fazer um equipamento desse porte funcionar”, disse.

Felype Maciel e José Elias, alunos do 2° e 1° ano de Informática, respectivamente, se esforçaram e conseguiram o objetivo de estudar na escola Francisco Paiva Tavares. “É uma oportunidade para todos da região. Sou de Paramoti e, quando soube que teria essa escola, fiquei interessado, estudei muito, tirei boas notas e consegui. É, literalmente, a nossa segunda casa”, disse Felype.

“É algo que revolucionou na região. Quando eu fazia a 9° série eu falava para minha mãe que queria muito ir para Caridade e hoje estou aqui. Me esforcei muito. Como passamos muito tempo aqui, criamos um laço afetivo com o local, com os professores. Ele nos dá uma boa noção de como pode ser o mercado de trabalho futuramente”, completou Elias.
Escolas de Educação Profissional

Em todo o Estado, são 50 mil jovens atendidos nas 116 Escolas Estaduais de Educação Profissional em funcionamento, implementadas com a finalidade de integrar o Ensino Médio à Educação Profissional.

Nas escolas deste tipo, são ofertados cursos técnicos integrados ao ensino médio, com duração de três anos e funcionamento diário em tempo integral, das 7h às 17h. No terceiro ano, os alunos participam de estágio obrigatório e remunerado pelo Governo do Ceará.

Núcleo de comunicação

  • Assessor Especial de Comunicação Chagas Vieira
  • Coordenadora de Imprensa Ana Cristina Cavalcante
  • Porta-voz Thiago Cafardo
  • Gestora de Conteúdo Wania Caldas
  • Gestor de Fotografia José Wagner
  • Fotografia Oficial Carlos Gibaja
  • Gestores de Secretarias Ciro Câmara Ana Martins Sabrina Lima
  • Comunicação Institucional Giselle Dutra
  • Gestor de Rádio Lúcio Filho
  • Gestor de TV Weberte Lemos
  • Gestor de Web Bruno Bacs
  • Gestor de Reportagem Wilson Zanini
  • Reportagem André Victor Rodrigues Thiago Sampaio Caio Faheina
  • Assessoria Primeira Dama Déborah Vanessa Wiarlen Ribeiro
  • Fotografia Ariel Gomes Marcos Studart Tiago Stille Nívia Uchôa Lia de Paula
  • Mídia Sociais Alyne Castro Daniel Santos Yuri Lobato