Secretaria da Saúde do Ceará promove manhã de atividades para população

10 de abril de 2017 # # # # #

Assessoria de Comunicação da Sesa Cristiane Bonfim/ Marcus Sá / Helga Rackel (85) 3101.5221 / 3101.5220 Twitter: @SaudeCeara www.facebook.com/SaudeCeara

Brincadeiras ao ar livre, cirandas, dança e música foram algumas das atividades que alegraram e divertiram, na manhã deste domingo (9) crianças, jovens, adolescentes e idosos que participaram do Saúde em Ação, no Parque do Cocó. O evento da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará ocorreu em primeira edição como parte da programação do Dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril.

Para marcar o Dia Mundial da Saúde, as atividades do Saúde em Ação começaram às 8h30 com uma blitz contra o mosquito Aedes aegypti no cruzamento das ruas Valdetário Mota e Andrade Furtado, em frente ao Parque do Cocó. Os secretários da Saúde, Henrique Javi, e do Meio Ambiente, Artur Bruno, participaram da panfletagem com orientações à população sobre como evitar focos do mosquito que transmite doenças como zika, dengue e chikungunya. Mil kits de camisetas e bonés da campanha do mosquito foram distribuídos aos frequentadores do parque.

O secretário Artur Bruno destacou a importância de aliar ações de promoção da saúde ao projeto Viva o Parque, que já acontece todos os domingos pela manhã, com atividades físicas e atrações para todas as faixas etárias. O evento semanal é realizado pela Secretaria do Meio Ambiente e reúne cerca de duas mil pessoas por dia. O secretário-adjunto da Saúde, Marcos Gadelha, o coordenador geral do SAMU 192 Ceará, João Vasconcelos, o diretor geral do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), João Batista Silva, e o gestor do Parque do Cocó, Paulo Lira, também participaram da manhã de promoção à saúde. A ação conjunta teve a parceria da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza e do Serviço Social do Comércio (SESC)
Promoção da saúde

Para o secretário da Saúde do Estado, Henrique Javi, a realização de ações como essas é resultado da proposta do Governo do Ceará em ocupar os espaços públicos com a promoção da saúde e bem-estar para qualidade de vida dos cearenses. “Em 1920, nós vivíamos, os cearenses, em torno de 35 anos. Era a nossa expectativa de vida. Nós mais que dobramos isso em um século. Agora nós temos que transformar esses anos em anos qualitativos, em que as pessoas possam estar aqui cantando, dançando, brincando e curtindo a vida, porque a gente veio para esse mundo para fazer dele melhor”, declarou Henrique Javi.

Além da blitz da campanha “Todos Contra o Mosquito”, do Governo do Ceará, houve também orientação nutricional; exposição e consumo de diferentes tipos de frutas; serviços de aferição de pressão arterial e Índice de Massa Corpórea (IMC), massoterapia, dicas para idosos sobre,por exemplo, como evitar quedas, orientações sobre Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST), distribuição de preservativos, dinâmica de grupo com cirandas e roda de conversa sobre depressão.

“Aqui, coloca-se o foco na promoção da saúde e não na doença. Promover atividades físicas aliadas à saúde mental tem tudo a ver com a integralidade que a gente busca no SUS (Sistema Único de Saúde), em pensar no ser humano completo: mente e corpo”, comentou a psicóloga Talita Fontenele, 26, residente em Saúde Mental.

Talita participou das atividades lúdicas, organizadas pelos profissionais da Residência Integrada em Saúde (RIS), da Escola de Saúde Pública do Ceará, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado, que também contou com a presença dos residentes médicos de psiquiatria do Hospital de Saúde Mental de Messejana, da rede pública do Governo do Ceará. As dinâmicas terapêuticas encerraram com palestra ministrada pelo presidente da Sociedade Cearense de Psiquiatria, Joel Pinto, que falou sobre prevenção, diagnóstico e tratamento da depressão.

“Prevenção primária é evitar que as pessoas fiquem doentes. Você faz prevenção em saúde mental com cultura, com lazer. A gente tem que tentar evitar e agir rápido quando a depressão chega”, enfatizou o psiquiatra.

Neste ano, o tema da campanha do Dia Mundial da Saúde é “Depressão: vamos conversar”. Estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, em nível mundial, vivem com a doença. “O estado saudável precisa de manutenção, desenvolver o fortalecimento de áreas para prevenir doenças. Nós sempre achamos que ‘eu adoeço e o doutor me trata’, quando na verdade, a busca pela saúde deve ser antes do adoecimento. É papel da Saúde se inserir no desenvolvimento social para evitar o adoecimento”, afirmou o secretário Henrique Javi.
Hábitos saudáveis

A aposentada Regina Façanha, 60, esteve no local e parabenizou a iniciativa da Secretaria da Saúde do Estado, lembrando que a prática de atividades físicas e o consumo de uma alimentação saudável, aliados ao estímulo do convívio social, são fundamentais para viver bem não só consigo, mas também com o outro. “Às vezes a pessoa tem depressão por falta de uma palavra, por estar só, por não ter convívio com as pessoas”, disse. Regina vive uma rotina diferente e movimentada desde que se operou da coluna, há 16 anos. De lá para cá, ela passou a fazer hidroginástica e pedalar quatro dias por semana. “Eu fugia das ginásticas, tinha preguiça. Trabalhava o dia todo no setor financeiro e em casa. Agora tenho qualidade de vida”, ressaltou.

A produtora cultural Maria Clara Cabral Sales, 60, esteve no Parque do Cocó acompanhada do filho, nora e neto. Ela destacou a oportunidade de ficar com a família e curtir o domingo no parque como uma atividade que precisa fazer parte da rotina. “Eu adorei esse evento. Domingo, realmente, é uma oportunidade de ficar junto com a família, de estar se comunicando, olhando no olho, respirando ar puro”, falou.

O advogado Luiz Nogueira, 32, também levou a família para o parque e participou das atividades do Saúde em Ação neste domingo. Acompanhado de esposa e filha, ele enfatizou o prazer da diversão em família e da interação com o espaço público. “Embora eu more em Fortaleza, não sabia que existiam essas atividades. Uma atividade dessa, externa, é um mecanismo para ligar pessoas. Essa inciativa do Governo do Estado é necessária. Aqui você realmente tem contato com o patrimônio público”, declarou.

Núcleo de comunicação

  • Assessor Especial de Comunicação Chagas Vieira
  • Coordenadora de Imprensa Ana Cristina Cavalcante
  • Porta-voz Thiago Cafardo
  • Gestora de Conteúdo Wania Caldas
  • Gestor de Fotografia José Wagner
  • Fotografia Oficial Carlos Gibaja
  • Gestores de Secretarias Ciro Câmara Ana Martins Sabrina Lima
  • Comunicação Institucional Giselle Dutra
  • Gestor de Rádio Lúcio Filho
  • Gestor de TV Weberte Lemos
  • Gestor de Web Bruno Bacs
  • Gestor de Reportagem Wilson Zanini
  • Reportagem André Victor Rodrigues Thiago Sampaio Caio Faheina
  • Assessoria Primeira Dama Déborah Vanessa Wiarlen Ribeiro
  • Fotografia Ariel Gomes Marcos Studart Tiago Stille Nívia Uchôa Lia de Paula
  • Mídia Sociais Alyne Castro Daniel Santos Yuri Lobato