Governo do Ceará entrega Escola de Ensino Médio para estudantes da zona rural de Camocim

27 de abril de 2017 # # # #

André Victor Rodrigues Repórter / Célula de reportagem

Com investimento de R$ 4,4 milhões, divididos entre os governos federal e estadual, a nova unidade de ensino oferece a alunos e profissionais da Educação uma estrutura adequada para realização das atividades pedagógicas

A 356 quilômetros da capital cearense, na zona rural de Camocim, alunos da rede estadual agora desfrutam da estrutura moderna da Escola de Ensino Médio do local. Na noite desta quinta-feira (27), o governador Camilo Santana inaugurou a EEM Maria Stela Rocha Aguiar, localizada no Guriú, distrito do município litorâneo.

Na solenidade, o chefe do Executivo exaltou o empenho de todos os profissionais envolvidos no desenvolvimento dos programas da Educação no Ceará. Para ele, em tempos de crise no país, torna-se ainda mais clara a necessidade de ações prioritárias para melhorias na qualidade do ensino público.

“Este governo acredita que o caminho para mudar o nosso Estado é através da Educação. Essa escola não deixa a desejar a nenhuma escola particular. Exatamente porque para as pessoas que mais precisam é que a gente tem que oferecer o melhor. A população de Camocim tem aqui o que há de melhor para o ensino. É por isso que o Ceará tem se destacado nos resultados da Educação. E vamos continuar investindo porque não há nada mais importante do que investir nas escolas”, ressaltou.

Camilo Santana esteve acompanhado do secretário da Educação, Idilvan Alencar, da vice-governadora Izolda Cela, dos deputados estaduais Sergio Aguiar, Tin Gomes, Evandro Leitão, Zezinho Albuquerque e Duquinha, do deputado federal Leônidas Cristino, da prefeita de Camocim, Mônica Aguiar, dentre outras lideranças políticas da região do Estado.

Com investimento de R$ 4,4 milhões, divididos entre os governos federal e estadual, a nova unidade de ensino oferece a alunos e profissionais da Educação uma estrutura adequada para realização das atividades pedagógicas. O equipamento conta com seis salas de aula, com capacidade para atender a até 810 alunos em cada um dos turnos (manhã, tarde e noite), laboratórios de Informática, Física, Química, Biologia e de Matemática, sala para o Grêmio Estudantil, biblioteca, sala de vídeo, além de anfiteatro e ginásio poliesportivo (em processo de finalização). A obra foi supervisionada pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), ligado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

Titular da Secretaria da Educação, Idilvan Alencar relatou que a construção da escola é marco de conquista para a localidade, que há muito tempo aguardava por mais estrutura de ensino no distrito. “Essa escola é um sonho antigo da comunidade. É muito importante esse investimento do Governo do Ceará na zona rural, pois desta forma você fixa o estudante em atividades dentro da sua localidade e diminui a evasão escolar. Desta vez, quem está de parabéns é a juventude de Camocim”, disse o secretário.

A vice-governadora Izolda Cela complementou o depoimento de Idilvan Alencar, convocando os alunos da escola a permanecerem firmes nas aulas e acreditarem que é possível ter um futuro de sucesso pela frente por meio da dedicação ao estudo. “Professores, insistam nos alunos. E, essa juventude, tope o desafio de aproveitar as oportunidades e buscar a continuidade dos estudos em cursos do Ensino Superior”.

Motivação para estudar

Diante de um dos monitores recém-chegados ao laboratório de informática da escola, a estudante Maria do Livramento, 17, se concentra para desenvolver as tarefas de classe e trabalhos de diversas disciplinas. A aluna do terceiro ano testemunha que há uma nova realidade para os estudantes camocinenses. E um fator essencial que já desenvolve a Educação na região: com mais estrutura perto de casa, os jovens agora tem motivação e o gosto pelo estudo na fase que antecede o Ensino Superior.

“Eu ainda não defini o que quero cursar na faculdade, mas tenho certeza agora que a gente aqui tem coisa de qualidade no colégio. Dá vontade de passar mais tempo nos laboratórios, na quadra e na sala de aula também”, garantiu Maria.

Os benefícios do equipamento inaugurado não se restringem aos estudantes. Diretores, coordenadores e professores também comemoram a aquisição de mais ferramentas para oferecer aulas e outras atividades educativas com qualidade e êxito.

“Ganhamos uma estrutura que é aliada na hora de traçar um melhor planejamento e executar com sucesso tudo o que a gente pensa de modos didáticos para atrair o aluno e fazê-lo acumular mais conhecimentos”, explicou o professor de geografia da Maria Stela Rocha Aguiar, Roberto Elias.
Mais escola na região

A EEM faz parte da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 4, sediada em Camocim. A rede estadual na região conta agora com 16 escolas: nove Escolas de Ensino Médio Regular; uma Escola de Ensino Médio em Tempo Integral; três Escolas de Educação Profissional; uma Escola de Ensino Fundamental e Médio e dois Centros de Educação de Jovens e Adultos.
27.04.2017

Fotos: Marcos Studart / Governo do Ceará