Maloca Dragão 2017: plano de segurança, limpeza e mobilidade

27 de abril de 2017 # # # # #

Assessoria de Comunicação do Instituto Dragão do Mar – 85 3488.8625 Luar Maria Brandão – 85 98970.8081 Ivna Girão – 85 98817.5149

Operação Maloca da Paz articula vários órgãos do Governo do Ceará e Prefeitura de Fortaleza. Ações preveem, entre outros pontos, reforço policial militar e civil, interdição de ruas, fiscalização de ambulantes, apoio do Conselho Tutelar, bombeiros civis e um Posto Médico Avançado

Maior festival de artes do Ceará, a Maloca Dragão também tem uma das mais articuladas operações integradas entre órgãos competentes do Governo do Ceará e da Prefeitura de Fortaleza para garantir a mobilidade e a segurança do público. Neste ano, quarta edição do festival, serão mais de 500 agentes envolvidos na operação Maloca da Paz, que abrange ações ostensivas de policiamento em todo o perímetro de programação, ordenamento e fiscalização do comércio ambulante, interdição de ruas e controle do tráfego, limpeza diária com coleta seletiva de resíduos recicláveis, além de reparos de iluminação e calçamento. O festival terá ainda o suporte de bombeiros civis, do Conselho Tutelar, de um Posto Médico Avançado, ambulância e tenda de redução de danos.

Realizado pelo Governo do Ceará através do Instituto Dragão do Mar, com o apoio da Prefeitura de Fortaleza, a Maloca Dragão 2017 celebra os 18 anos de história do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – um dos maiores do País – e a força da produção artística cearense. Iniciado na última terça-feira (25), com a abertura da exposição “O fotógrafo Chico Albuquerque, 100 anos”, no Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC-CE), o festival segue até domingo (30), com mais de 130 atrações gratuitas em diversas linguagens artísticas e em mais de 20 espaços do centro cultural e do entorno, na Praia de Iracema, além de feiras de moda, design, gastronomia e mostra de cinema.
Segurança

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) organizou um plano operacional de segurança para reforçar o policiamento no entorno do Centro Dragão do Mar, durante a realização da Maloca. Ao todo, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) irá alocar 303 agentes de segurança nos seis dias do festival de artes, incluindo equipes do Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE), Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), Batalhão de Choque (BPChoque), Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e Regimento de Polícia Montada (RPMont). As ações policiais serão realizadas a pé, em motocicletas, viaturas e a cavalo.

Com o apoio de uma Plataforma de Observação Elevada (POE) e de sete torres de observação, o perímetro de segurança foi traçado para cobrir os mais de 20 espaços de programação do festival. A POE tem 14 câmeras de observação com alcance de 3km, além de um centro de comando. Um contêiner do Ceará Pacífico também serve de base para os agentes. A Polícia Civil, por sua vez, dará o suporte com duas equipes, num total de oito policiais e duas viaturas. O atendimento será estendido ao 2º Distrito Policial, delegacia plantonista. A Guarda Municipal também participa da ação de segurança com 37 agentes a cada dia, de sexta (28) a domingo (30). A Maloca terá ainda segurança privada, com 58 agentes por dia de festival.
Tráfego

Durante a Maloca Dragão, três viaturas da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) farão o controle do tráfego no entorno do Centro Dragão do Mar. Para facilitar a circulação segura do público – que deve ser de mais de 150 mil pessoas de sexta a domingo –, serão feitos bloqueios nas vias públicas que atravessam os espaços da Maloca.

Terão interdições permanentes, de 27 de abril a 1º de maio: a via esquerda da Rua Almirante Jaceguai, no trecho entre a Avenida Monsenhor Tabosa e a Rua José Avelino; a Rua Dragão do Mar, no cruzamento com a Rua Almirante Jaceguai; e a Rua José Avelino, no trecho entre a Rua Boris e a Rua Almirante Jaceguai.

Terão interdições temporárias, nos dias 28, 29 e 30 de abril: a Rua Almirante Jaceguai por completo (da Monsenhor Tabosa à Pessoa Anta), das 21h à 1h da manhã; a Rua Almirante Tamandaré (da Pessoa Anta à Rua dos Tabajaras), nos dois sentidos, das 18h às 3h da manhã; e a Rua dos Tabajaras, no trecho entre a Rua dos Tremembés e Rua Almirante Tamandaré, também das 18h às 3h da manhã. Nesses dias, a Rua Tremembés terá o sentido invertido para desviar o fluxo de veículos que virão pela Rua dos Tabajaras, no sentido Aterrinho/ Poço da Draga.

Ocupação das vias

A atuação do comércio ambulante na região do festival terá fiscalização e ordenamento coordenados por fiscais da Secretaria Regional do Centro de Fortaleza (Sercefor). Foram cadastrados 35 ambulantes, que atuarão divididos entre as ruas Dragão do Mar e Almirante Tamandaré. Atuarão na fiscalização e ordenamento desse comércio 34 auxiliares de fiscalização, 5 fiscais e 2 coordenadores, de 28 a 30 de abril. O cadastro dos ambulantes garante a venda de produtos em condições de higiene próprias ao consumo e coíbe o uso de recipientes de vidro.
Limpeza e iluminação

A Operação Maloca da Paz envolve ainda ações da Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos, com varrição, capinagem, coleta em geral e reparo de calçamentos e iluminação pública nas vias do festival. Equipes de limpeza atuarão a cada dia antes e depois da maratona de atrações. Além disso, um grupo de 32 pessoas por dia do projeto Nós Ambiente Comunidade, do Poço da Draga, fará a coleta e destinação de resíduos sólidos para a reciclagem.
Outras ações

A Operação Maloca da Paz terá o apoio do Conselho Tutelar, com quatro conselheiros e dois educadores por dia, de sexta a domingo. Um Posto Médico Avançado, localizado na Praça Almirante Saldanha, contará com 12 pessoas entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, além de uma ambulância para remoção nos casos graves. Oito bombeiros civis atuarão na prevenção de incêndio.

O festival contará ainda com uma tenda para redução de danos, que dará orientação sobre as consequências negativas do uso excessivo do álcool e outras drogas. Desenvolvido e executado pelo Coletivo Rede Cuca e o Balance Ceará, a ideia é conscientizar sobre os cuidados com o próprio corpo, a partir de abordagens informais, durante a Maloca. Esses grupos realizam trabalho de redução de danos desde 2011 em grandes eventos no Ceará, em Pernambuco, no Rio Grande do Norte e na Bahia.
SERVIÇO

Maloca Dragão 2017
Quando: de 25 a 30 de abril
Onde: no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e espaços do entorno
Toda a programação tem acesso gratuito
Confira no www.malocadragao.org.br

Núcleo de comunicação

  • Assessor Especial de Comunicação Chagas Vieira
  • Coordenadora de Imprensa Ana Cristina Cavalcante
  • Porta-voz Thiago Cafardo
  • Gestora de Conteúdo Wania Caldas
  • Gestor de Fotografia José Wagner
  • Fotografia Oficial Carlos Gibaja
  • Gestores de Secretarias Ciro Câmara Ana Martins Sabrina Lima
  • Comunicação Institucional Giselle Dutra
  • Gestor de Rádio Lúcio Filho
  • Gestor de TV Weberte Lemos
  • Gestor de Web Bruno Bacs
  • Gestor de Reportagem Wilson Zanini
  • Reportagem André Victor Rodrigues Thiago Sampaio Caio Faheina
  • Assessoria Primeira Dama Déborah Vanessa Wiarlen Ribeiro
  • Fotografia Ariel Gomes Marcos Studart Tiago Stille Nívia Uchôa Lia de Paula
  • Mídia Sociais Alyne Castro Daniel Santos Yuri Lobato