Seduc lança Enem Não Tira Férias em passeio de veleiro na Capital

4 de julho de 2017 # # #

Julianna Sampaio Assessoria de Imprensa da Secretaria da Educação 3101.3972 imprensa@seduc.ce.gov.br

Conseguir manter o ritmo de estudos ao longo do ano pode ser um fator decisivo para se obter sucesso nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e entrar na universidade. Durante o mês de julho, em que o período letivo normalmente tem uma pausa para as férias, muitos estudantes procuram formas de dar continuidade à rotina de preparação, a fim de não ficar para trás. Com o intuito de oferecer uma formação mais consistente aos alunos da rede estadual cearense, a Secretaria da Educação (Seduc) realiza o Projeto Enem Não Tira Férias, com aulões durante todo o mês de julho. O lançamento da ação foi nesta terça-feira (4), em um passeio de veleiro pela orla de Fortaleza, com direito a uma aula de Redação, envolvendo 140 estudantes, distribuídos em três embarcações. O secretário Idilvan Alencar participou do momento.

O percurso foi da Praia do Mucuripe à orla do Hotel Marina Park, local onde foi ministrada a aula. Na sequência, os veleiros voltaram ao ponto de partida. O lançamento da iniciativa foi transmitido ao vivo pela página da Seduc no Facebook.

Conforme Idilvan Alencar, trata-se de uma motivação adicional que o Governo do Estado proporciona aos alunos. “Essa fase na vida do jovem é decisiva. Vale a pena abrir mão das férias pra ter sucesso no Enem no fim do ano. Professores estão colaborando, de forma espontânea e voluntária, para assegurar essa oportunidade aos estudantes. As aulas têm formato mais descontraído e acontecem de terça a quinta-feira, durante o mês de julho”, explica o secretário.

Ainda de acordo com Idilvan, o objetivo é superar os números de aprovação em universidades públicas obtidos em 2016 por meio do Enem, quando 13.500 jovens da rede estadual ingressaram no Ensino Superior. “No ano passado foram investidos R$ 5 milhões em ações de preparação para o Exame. Em 2017, são R$ 9,8 milhões, ou seja, estamos praticamente dobrando o investimento. Apostamos na escola pública cearense”, frisa o gestor.

Nara de Sousa, de 16 anos, cursa a 3ª série na Escola Maria Violeta Arraes, no município de Crato. A estudante avalia que este é um bom momento para reforçar os estudos. “O Enem é uma prova que pede que a gente se dedique muito. Em julho não tem por que parar. Acho que esse mês é o melhor para isso, já que temos mais tempo livre e podemos nos dedicar mais”, avalia. “Essa viagem está sendo incrível. Tanto pela bagagem sociocultural que vou levando, como pelas dicas de redação que aprendi”, conta.

O jovem Ulisses Mateus Gomes, que estuda na Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Gustavo Augusto Lima, em Lavras da Mangabeira, viu o mar pela primeira vez durante o passeio. “É bastante gratificante, uma boa experiência. Desde a 1ª série venho me esforçando, no ano passado fiz a prova por experiência e tive uma nota razoável. Nesse ano a preparação está mais intensa, e o desejo é de entrar para o curso de Odontologia”, projeta Ulisses Mateus.

Polos

Com programação em todo o Estado, o Enem não Tira Férias estará presente em mais de 100 escolas que funcionarão como polos de atendimento para os alunos da 3ª série do Ensino Médio das escolas públicas estaduais. As atividades acontecerão até o próximo dia 20 de julho, com aulões envolvendo as quatro áreas do conhecimento abordadas no Exame, e atividades estruturadas de redação. A quarta-feira será dedicada à produção textual. Caberá à Seduc divulgar o tema do dia, entre outras informações, no Facebook.

Para participar da ação, o aluno precisa estar matriculado na rede estadual e, caso sua unidade de ensino não desenvolva o projeto, pode comparecer a uma escola que funcione como polo. Estarão garantidas mais de 50 mil vagas na Capital e no Interior.

Vitória Soares, de 17 anos, estuda na escola Walderi Machado de Almeida, em Horizonte. A jovem deseja ingressar no curso de Enfermagem. “Minha preparação está sendo muito boa, e acredito que a dos demais, também. Estou achando super interessante e inovadora essa experiência, nunca imaginava que iria assistir a uma aula dentro de um barco”, destaca.

Carlos Gabriel Gomes Barbosa, de 17 anos, veio de Itapipoca para participar do lançamento. Ele estuda na Escola Anastácio Alves Braga, e também diz que vai aproveitar as férias para se preparar. “A gente vai se acostumando com a rotina de estudos, dentro e fora da escola”, explica.

Os alunos que atingirem os maiores critérios de frequência e escrita e postagem de redação serão contemplados com participações nas atividades do AoGosto do Aluno, em Fortaleza, durante o mês de agosto: Final do Festival Alunos que Inspiram no Cineteatro São Luiz; Desafio AoGosto do Aluno na Beira-Mar (corrida); jogos no Castelão e dia de lazer em parque aquático.

Enem Chego Junto, Chego Bem

O Enem não tira Férias integra o projeto Enem Chego Junto, Chego Bem cuja finalidade é mobilizar, motivar e preparar os alunos da Rede Pública Estadual para a realização do Exame. A ação acontece durante todo o ano letivo em seis etapas: (1) Auxílio na organização dos documentos necessários para realizar a inscrição; (2) Apoio nos dias de inscrição; (3) Eventos motivacionais e de orientação vocacional; (4) Ações pedagógicas de estudo para o Enem; (5) Realização do “Dia E”, com auxílio no transporte, hospedagem e pontos de apoio aos alunos no dia das provas; e (6) Orientações para o acesso ao Ensino Superior.

Em 2017, o Governo do Ceará investirá R$ 9,8 milhões no Projeto Enem Chego Junto, Chego Bem. Serão realizadas ações como 80 aulões de redações e palestras motivacionais, 1.300 corretores de redação para todas as escolas da rede, Coletânea com 07 fascículos de redação, Coletâneas de prova dos 04 anos anteriores, Plataforma do Aluno Online com conteúdos digitais, 03 Simulados Online para todos os alunos do Ensino Médio e Concurso de Redação.

Participação no Enem e Aprovação no Ensino Superior

Em 2017, 99,51% dos alunos da rede pública estadual de ensino se inscreveram no Enem. O índice de aprovação dos alunos das escolas públicas estaduais no Ensino Superior cresceu 28%, entre os anos de 2015 e 2016. Um total de 13.516 estudantes garantiu o ingresso em instituições públicas e privadas em 2016. No ano anterior, esse número chegou a 10.035.