Seminário lança em Tauá Projeto Viva Bem no Sertão

7 de julho de 2017 # #

Assessoria de Comunicação da Sesa Cristiane Bonfim/ Marcus Sá / Helga Rackel (85) 3101.5221 / 3101.5220 Twitter: @SaudeCeara www.facebook.com/SaudeCeara

O município de Tauá sediará nesta segunda-feira (10) o seminário regional de lançamento do Projeto Viva Bem no Sertão, que tem o objetivo de implantar a linha de cuidado para atenção integral ao Diabetes Mellitus e à hipertensão arterial. O encontro acontecerá no Auditório da Universidade Estadual do Ceará (Uece) – Campus de Tauá, às 8 horas, e contará com a presença do secretário adjunto da Saúde do Estado, Marcos Gadelha, do coordenador de Políticas e Atenção à Saúde da Sesa, Ivan Mendes Jr., além dos gestores e profissionais de saúde dos municípios da região – Aiuaba, Arneiroz, Parambu e Tauá – e representantes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e da Secretaria da Saúde do Ceará.

Após o seminário de laçamento do projeto, iniciativa da parceria entre Secretaria da Saúde do Ceará, OPAS, CONASS e Fundação Mundial de Diabetes (WDF – World Diabetes Foundation), terá a Oficina 1 do projeto, que prosseguirá até o dia 13 de julho, ministrada pelos especialistas do Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão (CIDH). As oficinas do Projeto Viva Bem no Sertão se destinam aos profissionais das equipes de Saúde da Família dos municípios e da atenção especializada da região de Saúde, que trabalham na assistência, promoção da saúde e prevenção do diabetes e da hipertensão.

Ao implantar a linha de cuidado para atenção integral ao Diabetes Mellitus e à hipertensão arterial, o Projeto Viva Bem no Sertão promoverá ações através da instituição de uma linha de cuidado, promoção de processos de educação permanente, estratificação de risco, rastreamento e do fomento de iniciativas públicas intersetoriais de promoção e prevenção de doenças crônicas não-degenerativas. Com dois anos de duração, o projeto prevê, entre outras ações, a realização de oito oficinas nas regiões de Saúde.