Porto Iracema realiza masterclass sobre música experimental

11 de julho de 2017 # # # #

Raphaelle Batista Assessoria de comunicação Porto Iracema das Artes (85) 99700-1050 / 98156-6472 / 3219.5865 / 3219.5842

O curador carioca Chico Dub, do festival Novas Frequências, vem a Fortaleza na próxima quarta-feira, 12 de julho

Como uma linguagem artística dinâmica, a música também é experimentação. Mas como fazer ecoar as tendências mais contemporâneas da arte sonora? Qual lugar a música experimental, que tem público e artistas dedicados, ocupa na cultura brasileira? Um dos nomes de maior destaque nessa discussão é o do carioca Chico Dub, produtor e diretor artístico que idealizou o Festival Novas Frequências, realizado no Rio de Janeiro desde 2011 e finalista do Prêmio Bravo! 2016 na categoria “Melhor evento do ano”.

Ele vem ao Porto Iracema das Artes para a masterclass “Novas frequências, novas tendências e novas formas de escuta”, na próxima quarta-feira (12), a partir das 19 horas, no auditório da escola. O evento, gratuito e aberto ao público, compõe a programação do projeto “Férias com Arte”, promovido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM).

A trajetória profissional do carioca, responsável pela curadoria de diversos festivais Brasil afora, inclui a participação como único brasileiro na ICAS, rede internacional com mais de 40 festivais de música e sons avançados, e a coordenação do projeto de programação cultural do novo Museu da Imagem e do Som (MIS) do Rio. Na masterclass, Chico Dub vai dividir a experiência sobre o “Festival Novas Frequências” e discutirá, ainda, a relação do som com a arte contemporânea a partir do diálogo com outras linguagens como audiovisual, dança e artes visuais.

Grande referência brasileira quando o assunto é música experimental, Chico Dub é um dos tutores dos Laboratórios de Música deste ano. Durante os próximos seis meses, ele vai acompanhar a pesquisa do projeto “Sila Crvs A.O.A”, dos artistas Isaac Omar e Alvaro Ximenes. O trabalho se inspira em elementos esotéricos, ocultistas e transes rituais para suas experimentações sonoras a partir de manipulações do theremin (instrumento inventado pelo russo León Theremin), de programações eletrônicas e também da literatura.

CHICO DUB

Curador, produtor cultural e diretor artístico com foco em música experimental, vanguarda e arte sonora. Idealizador e curador do Novas Frequências, festival iniciado em 2011 e finalista do Prêmio Bravo! 2016 na categoria “Melhor Evento do Ano”. É um dos apresentadores do programa de rádio de Portugal Ginga Beat (Vodafone FM/ Red Bull Radio). Em 2016 assinou a curadoria da exposição de sound art brasileira Gambiarra Sonora, no centro cultural alemão Festspielhaus Hellerau, em Dresden.

Já realizou curadorias para os festivais e eventos Red Bull Music Academy SP (2017), HOBRA – Residência Artística Holanda Brasil (Rio, 2016), Pulso (SP, 2016), Dia da Música (Rio, 2015), Eletronika (BH, 2013-2015), SESI Cultura Digital (Rio, 2014-2015), Sónar São Paulo (2012), além das séries Invasão Paraense e Invasão Baiana para os CCBBs de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro (2012, 2014 e 2015). Em 2014 coordenou o projeto de programação cultural do novo Museu da Imagem e do Som (MIS) do Rio. É também idealizador e curador da série de coletâneas Hy Brazil, registro que divulga a nova produção eletrônica e experimental brasileira. É co-idealizador e roteirista do documentário Dub Echoes, primeiro longa-metragem a mostrar a importância do dub jamaicano para o nascimento do hip-hop e da música eletrônica.

SERVIÇO

Novas frequências, novas tendências e novas formas de escuta
Data: 12 de julho (quarta-feira)
Horário: 19 horas
Local: Auditório – Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito e aberto ao público