Conselho de Políticas sobre Drogas debate prevenção às drogas e acolhimento de dependentes químicos

12 de julho de 2017 # # #

Fernando Brito Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) (85) 3238.5090 / 98902.7939 - comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br www.spd.ce.gov.br Facebook: spdceara Twitter: @spdceara

Os temas prevenção às drogas e acolhimento de dependentes químicos no Ceará dominaram as discussões durante a XVII Reunião Ordinária do Conselho Interinstitucional de Políticas Públicas sobre Drogas (Cipod). Na avaliação dos conselheiros, é fundamental ampliar as ações preventivas em todo o Estado, alcançando crianças, jovens e adultos numa forma de reduzir o avanço do consumo de drogas.

A reunião do Cipod aconteceu na manhã desta quarta-feira (11), no auditório da SPD. O encontro foi coordenado pelo secretário Especial Adjunto de Políticas sobre Drogas, Cláudio Saraiva. Ele destacou a importância da ampla discussão da temática “drogas” para a construção de intervenções.

Representante da Assembleia Legislativa do Estado no Cipod, a deputada estadual Mirian Sobreira apontou a prevenção como a principal alternativa para conter o uso de drogas, que ocorre cada vez mais precocemente. “A sociedade tem vivenciado, de forma contundente, os problemas advindos do consumo de drogas lícitas e ilícitas”, disse a parlamentar.

Mirian Sobreira fez um breve relato de sua passagem como primeira titular da SPD e defendeu o fortalecimento da Secretaria e, consequentemente, dos programas e projetos efetivados pela pasta, coordenando ações intersetoriais para o desenvolvimento de estratégias de abordagem ao uso de drogas lícitas e ilícitas no Ceará.

A parlamentar aproveitou para colocar-se à disposição, na Assembleia Legislativa, para a resolução de demandas da SPD e do Cipod. Além disso, defendeu a realização de pesquisa sobre o perfil dos usuários de drogas no Ceará para contribuir na produção de indicadores e no direcionamento das políticas estadual e municipais sobre drogas.

Acolhimento

Outros temas abordados pelos membros do Cipod foram o acolhimento dos dependentes químicos pelos equipamentos que compõem a Rede de Atenção Psicossocial (Raps), o funcionamento de comunidades terapêuticas no Estado e a demanda de internações compulsórias determinadas pela Justiça.

Presente à reunião, o psiquiatra Rafael Baquit, que atua em CAPS AD de Fortaleza e Caucaia, defendeu o atendimento aos dependentes químicos nesse tipo de unidade de saúde, além da ampliação das equipes de acolhimento.

Ainda durante o encontro, o secretário Especial Adjunto da SPD, Cláudio Saraiva, e os demais participantes definiram o calendário de visitas técnicas a comunidades terapêuticas selecionadas em pregão realizado pela SPD e os conselheiros que participarão das visitas.

A reunião foi encerrada com a apresentação de sugestões de logomarca para toda documentação emanada do Cipod, seguida de informes sobre eventos de amplitude internacional que abordarão a temática drogas a serem realizados proximamente no Brasil. Um exemplo é o II Congresso Internacional de Prevenção dos Problemas Relacionados ao Uso de Drogas (Previne 2017), que acontecerá no período de 6 a 8 de agosto próximo, em Florianópolis-SC.

O próximo encontro do Cipod já tem data marcada. Retomando o caráter itinerante, será realizado no dia 9 de agosto próximo, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Seção Ceará, em Fortaleza.