Educação: Assembleia aprova e Governo do Ceará institui o AvanCE – Bolsa Universitário

19 de julho de 2017 # # #

Giselle Dutra Comunicação institucional Assessoria de Comunicação da Seduc imprensa@seduc.ce.gov.br

Novo programa do Estado que concede R$ 937 em bolsas para mil estudantes será sancionado pelo governador Camilo Santana para entrar em vigor

A Assembleia Legislativa aprovou, nesta quarta-feira (19), a mensagem que institui o Avance – Bolsa Universitário. O novo programa do Governo do Ceará vai conceder bolsa de R$ 937,00 a alunos que concluíram o Ensino Médio na rede pública e estão matriculados em curso de graduação de instituições credenciadas pelo Ministério da Educação. “Vai garantir durante seis meses ou um ano, dependendo da opção do aluno, uma bolsa do Governo no valor de um salário mínimo. Muitas vezes um estudante que mora em Chorozinho e passa em Sobral não tem como pagar aluguel e alimentação. Portanto, o Ceará é o primeiro estado do Brasil a criar uma política de acolhimento e proteção aos jovens de baixa renda e de origem de escola pública que passam nas universidades”, explica Camilo Santana.

Em 2017, 1.000 estudantes serão contemplados com o benefício. O mesmo número de bolsas já está garantido pela lei em 2018. “O governador Camilo Santana, por meio da Seduc, vai em poucos dias lançar um edital que vai permitir que mil jovens cearenses aprovados no ensino superior tenham uma ajuda de custo, equivalente a um salário mínimo, por seis meses”, afirma o secretário da Educação, Idilvan Alencar.

Pelo texto do Executivo e aprovado no Legislativo, o benefício será ofertado durante o período de seis meses no primeiro ano do Ensino Superior, ou no valor de R$ 468,50 durante 12 meses para alunos que optem por esta modalidade. “Entendemos que há jovens com dificuldades. Muitos são aprovados em outra cidade. Os primeiros meses são os mais difíceis para eles se estabelecerem. Então, isso vai motivar toda a juventude cearense da escola pública”, acrescenta o titular da Seduc.

As inscrições para o Avance ocorrerão por meio de edital que será amplamente divulgado pela Secretaria da Educação (Seduc) com, no mínimo, 15 dias de antecedência. Para se candidatar à bolsa, o estudante deve preencher os requisitos:

1) Estar matriculado em curso de graduação em uma instituição de Ensino Superior (IES) credenciada pelo Ministério da Educação (MEC);
2) Ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública da rede estadual do Ceará nos dois anos anteriores;
3) Ser membro de família beneficiária do Programa Bolsa Família do Governo Federal;
4) Ter obtido média igual ou superior a 560 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Resultados na educação

No início de maio, o governador Camilo Santana lançou o programa Avance – Bolsa Universitário. Na ocasião, o chefe do Executivo lembrou de resultados expressivos da Educação no Ceará nos últimos anos, graças ao desenvolvimento de políticas públicas por meio do Programa de Alfabetização na Idade Certa, oferta de cursos profissionalizantes, além de reformas estruturais na Educação do Estado.

O índice de aprovação dos alunos das escolas públicas estaduais no Ensino Superior cresceu 28%, entre os anos de 2015 e 2016. Um total de 13.516 estudantes garantiu o ingresso em instituições públicas e privadas em 2016. No ano anterior, esse número chegou a 10.035. A entrada de 5.795 estudantes em universidades públicas também demonstra crescimento no mesmo período. Em 2015, foram 4.502 alunos.

Enem 2017

Um total de 99,51% dos alunos da 3ª série do Ensino Médio se inscreveu no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. Em 2016, foram 98% de inscritos. Para alcançar estes resultados, a gestão estadual conta com gestores, professores e a comunidade escolar, com ações pedagógicas para o fortalecimento da preparação de educadores e alunos.

No último dia 23 de maio, a Seduc lançou as ações do Projeto Enem Chego Junto, Chego Bem, que tem a finalidade de mobilizar, motivar e preparar os alunos da rede pública estadual para a realização Exame. No último dia 3 de julho, um grupo de 140 alunos da 3ª série do Ensino Médio da rede pública estadual deram início a mais uma edição do Projeto Enem não Tira Férias em aulas em alto mar. A ação é destinada a potencializar as atividades desenvolvidas em sala de aula. Com programação em todo o Estado, o Enem não Tira Férias esteve presente em mais de 100 escolas.

Leia mais:

Governador sanciona lei que institui tempo integral nas escolas públicas estaduais
Governo do Ceará lança programa de bolsa universitária para alunos da rede estadual
Educação superior: Governo do Ceará cria a Universidade Aberta do Brasil