Quixeré: Sema recebe homenagem em inauguração de posto de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos

24 de agosto de 2017 # #

Assessoria de Comunicação da Sema Demétrio Andrade Jornalista (85) 98814.8286

Nesta sexta-feira (25), a Associação do Comércio Agropecuário do Semiárido (Acasa), com apoio do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), inaugura o posto de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas de Quixeré, com capacidade para receber até 60 toneladas do material por ano. A unidade vai atender cerca de 300 agricultores das cidades de Quixeré, Limoeiro do Norte, Jaguaribara, Jaguaribe, Morada Nova, entre outros localizados na região da Chapada do Apodi/CE, na divisa entre o Ceará e Rio Grande do Norte. As embalagens vazias recebidas no posto de Quixeré serão enviadas pelo inpEV para a central de Mossoró, e de lá seguirão para reciclagem ou incineração.

Na oportunidade, a Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema) será homenageada, por conta do fundamental apoio às ações relacionadas ao destino final de embalagens vazias de agrotóxicos no Estado do Ceará. A técnica da Coordenadoria de Desenvolvimento Sustentável (Codes) da Sema, engenheira agrônoma Viviane Gomes Monte, representará o secretário Artur Bruno, impossibilitado de estar presente.

A construção do ponto fixo de coleta em Quixeré é responsabilidade de quem produz e comercializa segundo a legislação. Porém, contou com o apoio institucional do Governo do Ceará por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), responsável pela formulação e acompanhamento da execução das políticas públicas de Meio Ambiente, a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), responsável pelo licenciamento, fiscalização e automonitoramento, da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri), que realiza a fiscalização e conscientização quanto ao descarte correto e pela Câmara Setorial de Fruticultura do Ceará, uma das principais responsáveis pela divulgação e fomento das melhores práticas agrícolas no estado.

A construção do Posto atende ao estabelecido no Termo de Cooperação Ambiental celebrado entre o Sistema Campo Limpo e o Ministério Público do Estado do Ceará e é uma iniciativa da Acasa, que também gerencia a central de recebimento Mossoró, no Rio Grande do Norte. O estado já possui um posto de recebimento em Ubajara e mais de 50 pontos de recebimento itinerante.

Para respaldar e fortalecer essa política deverá ser assinado também entre a Sema, Semace, Adagri e os atores envolvidos, um Termo de Compromisso para Implementação da Logística Reversa de Embalagens Vazias de agrotóxicos.