Governo do Ceará inaugura nova Escola de Ensino Médio em Arneiroz

31 de agosto de 2017 # # #

O governador Camilo Santana entrega o equipamento, que recebeu aporte de R$ 4,6 milhões para a requalificação, neste momento. A unidade tem capacidade para atender até 810 estudantes distribuídos em três turnos.

O governador Camilo Santana entrega, neste momento, a nova sede para a Escola de Ensino Médio Maria Dolores Petrola, localizada no município de Arneiroz, no Sertão de Inhamuns. O chefe do Executivo está acompanhado do secretário da Educação, Idilvan Alencar. A unidade recebeu aporte financeiro de R$ 4,6 milhões, oriundos dos Governos Estadual e Federal. O investimento foi utilizado para construir, mobiliar e equipar o novo espaço.

A Escola soma seis salas de aula com capacidade para atender até 810 estudantes nos turnos manhã, tarde e noite. Além disso, o equipamento dispõe de biblioteca, laboratórios de Línguas, Informática e de Ciências (Química, Biologia, Física e Matemática), sala para o grêmio estudantil e quadra poliesportiva. A área construída foi acompanhada pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), ligado à Secretaria da Infraestrutura do Estado (Seinfra).

Segundo a gestora da unidade, Maria Leoneide, a nova escola gerou expectativa. “Estamos em um município pequeno, é uma estrutura que beneficia a todos e a comunidade em geral espera esse grande momento”, frisa a diretora. A EEM completou 47 anos de existência no último mês de março.

A aluna e presidente do grêmio estudantil, Maria Edite Nunes Lô, destaca a importância da conquista. “É nas escolas que a grande maioria das crianças e dos jovens aprendem uma diversidade de conhecimentos e competências que dificilmente poderão aprender noutros contextos. Ganhamos um espaço adequado para o ensino e a aprendizagem”, considera.

A Escola está sob a responsabilidade da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 15, sediada em Tauá. A regional é composta de 13 escolas, sendo 7 de Ensino Médio Regular; 2 de Educação Profissional; 2 Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral; 1 Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) e 1 Escola de Educação Indígena.

31.08.2017