Inclusão em movimento: STDS realiza corrida inclusiva para pessoas com deficiência

5 de setembro de 2017 # # #

Carlos Eugênio Nogueira - Ascom STDS
imprensa@stds.ce.gov.br - 3101.2099 / 2089

A corrida será no dia 09 de setembro, no Centro de Formação Olímpica

No Ceará, 2.340.150 pessoas vivem com alguma deficiência, e a maior dificuldade desse público não é portar uma limitação física ou intelectual, mas ter que conviver com uma população que não respeita e até desconhece as necessidade básicas de quem porta uma deficiência. Para dar maior visibilidade a causa, a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), em parceria com a Agência de Desenvolvimento Econômico e Social, realiza no próximo sábado (9), a 2° Corrida Cepid – Inclusão em movimento, que ocorrerá no Centro de Formação Olímpica e levará 69 paratletas ao pódio da vida, e desta vez como protagonistas.

“Investimos em ações que contemplem as pessoas com deficiência e que deem visibilidade a causa, pois, precisamos ampliar a discussão sobre esse tema mostrando à sociedade que somos todos iguais, e que o respeito as limitações do outro é essencial e urgente. Nossa luta é pela garantia dos direitos para todos, sem exceções”, declara o titular da STDS, Josbertini Clementino, que estará presente na abertura da corrida.

Categorias

A disputa será dividida em três categorias: 800 m livre para pessoas a partir de 18 anos, 1.600 m para pessoas em cadeiras de rodas convencionais e 2.000 m para pessoas em cadeiras de rodas de corrida. Os atletas receberão kits com camisa e número de identificação antes da corrida, além do kit de hidratação (água, fruta e barra de cereal) e medalha, que serão entregues após a prova.

O primeiro lugar masculino e feminino receberá troféu, e os segundos e terceiros colocados receberão medalhas. A STDS disponibilizará transporte para o Centro de Formação Olímpica, a partir das 6 horas, saindo dos terminais do Antônio Bezerra e da Parangaba.

Censo demográfico

Dados do último Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010, mostram que cerca de 2,3 milhões de cearenses apresentam alguma deficiência, seja ela física, auditiva, visual, mental ou múltipla. Um contingente de pessoas com direitos de inserção no cotidiano, no dia a dia das cidades, na vida, mas ainda privados de participar mais intensamente do mundo que nos cerca, cada vez mais dinâmico e cheio de atividades, oportunidades e desafios.

Cepid

O Centro de Profissionalização Inclusiva para a Pessoa com Deficiência (Cepid) é uma estrutura completa para formação profissional, intermediação e inserção no mercado de trabalho desse segmento, que representa quase 28% da população cearense. O equipamento é o maior do Norte e Nordeste e tem capacidade para atender 1.200 jovens e adultos.

A unidade dispõe de salas de aulas, laboratórios para capacitação nas áreas de informática, de hotelaria, além de capacitação nas áreas de comércio, serviços administrativos, indústria criativa, bem como cursos de Libras e unidade de atendimento do Sine/CE. Possui também academia de baixo impacto, piscina e quadra poliesportiva acessíveis para paraesportistas de diversas modalidades: natação, basquete, futsal e tênis de mesa; e salas de convivência com cafeteria.

Mais informações: Regina Tahim, coordenadora do Cepid – Fone: 3101.2723

Programação

(09/09/17 – Sábado)
6h: Transporte para o Centro de Formação Olímpica, saindo dos terminais do Antônio Bezerra e da Parangaba.
7h30: Início da prova
10h30: Encerramento

Serviço
Data: 9 de setembro (sábado)
Horário: 7h30 às 10h30
Local: Centro de Formação Olímpica – Avenida Alberto Craveiro, Castelão