Pesquisa avaliará programas federais de prevenção às drogas Jogo Elos e #Tamojunto no Ceará

15 de setembro de 2017 # # # # #

Fernando Brito Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) (85) 3238.5090 / 99910.3443 - comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

Desenvolvidos no Ceará há dois anos consecutivos graças a parceria entre a Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), os programas federais de prevenção às drogas Jogo Elos e #Tamojunto passarão por avaliação. A iniciativa será desenvolvida por técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com o apoio da SPD.

A pesquisa pretende proporcionar o entendimento de como os programas estão sendo recebidos pelos atores envolvidos no Ceará – crianças, adolescentes, pais ou responsáveis e professores. Também objetiva levantar hipóteses para que se possa planejar pesquisas mais estruturadas no que diz respeito à efetividade e eficácia dos programas.

A apresentação da pesquisa para representantes dos municípios a serem avaliados no Ceará aconteceu na manhã desta sexta-feira, 15, no auditório da SPD, com a presença da titular da pasta, Aline Bezerra Câncio; e da secretária executiva, Tamara Holanda. Aos supervisores da Fiocruz, Kátia Costa e Cláudio Gruber Man, coube a responsabilidade de realizar a explanação sobre os detalhes do levantamento.

O evento foi iniciado com a saudação da secretária Aline Bezerra Câncio aos participantes. A titular da SPD ressaltou a parceria da pasta com a Senad e Fiocruz e enalteceu a importância da efetivação dos programas federais de prevenção no Ceará. Para a gestora, a chegada dos programas a diversas escolas públicas cearenses proporcionou mudança significativa no comportamento de crianças e jovens, tornando-os pessoas mais participativas e colaborativas, além de reduzir o consumo regular ou abusivo de álcool e outras drogas.

Posteriormente, Kátia Costa e Cláudio Gruber coordenaram o encontro. Segundo eles, dos municípios contemplados com os programas Jogo Elos e #Tamojunto no Ceará ao longo de 2016, foram escolhidos Fortaleza, Sobral e Eusébio para a realização da pesquisa. O critério principal para a escolha foi o maior número de escolas participantes dos dois programas de prevenção. Em cada uma das localidades, serão selecionadas duas escolas.

O objetivo principal da pesquisa, a ser realizada a partir do final deste mês e ao longo de outubro vindouro, é contribuir para a elaboração de estratégias preventivas mais eficazes e adequadas aos estudantes do ensino fundamental das escolas públicas. De uma forma mais específica, a ideia da Fiocruz é avaliar a percepção dos multiplicadores sobre a formação recebida e o acompanhamento dos professores formados e atuantes nos programas Jogo Elos e #Tamojunto.

“Com a pesquisa, também pretendemos avaliar a percepção dos adolescentes, crianças, pais e professores sobre a formação recebida, a forma de aplicação dos programas e os possíveis efeitos destas intervenções nos adolescentes / crianças em sala de aula”, ressaltou Kátia Costa. Posteriormente, a pesquisa também será aplicada em municípios do vizinho Estado do Rio Grande do Norte.

Conforme Cláudio Gruber, o município de Maranguape foi escolhido para atuar como piloto no Ceará. “Antes da entrada da equipe da Fiocruz nos campos selecionados para a coleta de dados, será realizado um piloto em uma escola de um município diferente daqueles selecionados e que tenha implementado ambos os programas de prevenção. No Ceará, Maranguape foi a localidade sugerida pela SPD e abraçou a solicitação. A ideia é testar os instrumentos de coleta de dados, reforçar o treinamento da equipe de campo e avaliar a logística de funcionamento da pesquisa para a fase concreta de coleta de dados, que se dará na forma de grupos focais (rodas de conversa) e entrevistas individuais”, completou Cláudio Gruber.

Os supervisores lembraram que estudos internacionais apontaram para ótimos resultados da aplicação dos programas Jogo Elos e #Tamojunto, considerando a forte integração e participação de pais, alunos e professores, diferentemente de iniciativas anteriores mundo afora apoiadas em táticas de atemorização. No Brasil, a pretensão da Fiocruz é obter um diagnóstico preciso dos programas, a partir da avaliação de todos os envolvidos diretamente, com a identificação de fatores e processos capazes de facilitar e/ou dificultar a implementação das ações.

Os programas

O Jogo Elos é voltado para o público de crianças entre 6 e 10 anos que cursam o ensino fundamental I e II da rede pública municipal. Consiste em um jogo no qual educandos, divididos em times, são convocados a seguir regras de convivência acordadas coletivamente, entre a turma e o professor. O objetivo é contribuir para a produção de um ambiente harmônico, que estimule a cooperação em sala de aula, favorecebndo o aprender e o desenvolvimento das habilidade sociais.

O #Tamojunto tem como objetivo instrumentalizar adolescentes entre 13 a 14 anos com habilidades sociais e habilidades da vida, adquirindo conhecimentos sobre drogas e suas consequências para a saúde. A ação proporciona a redução do consumo regular e/ou abusivo de álcool e outras drogas e fortalece os vínculos entre alunos e professores.