Ceará tem maior número de escolas de baixa renda classificadas como excelentes

19 de setembro de 2017 # # #

Assessoria de Comunicação da Seduc imprensa@seduc.ce.gov.br

O Ceará é o estado brasileiro com o maior número de escolas de baixa renda classificadas como excelentes. Estão em destaque 84 unidades de ensino que atendem a alunos dos anos iniciais da educação básica (1º ao 5º ano fundamental), com evidência para o município de Sobral, onde estão 19 escolas. Outras 31 escolas cearenses para estudantes do segundo ciclo (6º ao 9º ano fundamental) de baixa renda estão na lista de excelência – seis delas, em Sobral.

O mapeamento tem como base a Prova Brasil, exame que avalia os conhecimentos dos alunos em matemática e língua portuguesa, com dados referentes ao ano de 2015. A informação foi divulgada nesta terça-feira (19), fundamentada em pesquisa feita pela Fundação Lemann, Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo e Itaú BBA.

O resultado do desempenho é um dos componentes do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Entre as escolas que atendem aos critérios de excelência com equidade nos anos iniciais do ensino fundamental, que mantiveram o alto nível de aprendizagem nos anos de 2011, 2013 e 2015, estão as Escolas Municipais Dinorah Ramos, Mocinha Rodrigues e Raimundo Pimentel Gomes, de Sobral.

A pesquisa revela, ainda, que, em termos de atendimento aos critérios de excelência com equidade nos anos finais do ensino fundamental em 2013 e 2015, estão as Escolas Municipais Aquiles Peres Mota, da cidade de Carnaubal, Inácio de Barros Neto, de Russas, e Francisco Monte, de Sobral.

Avaliação

A Prova Brasil integra o Sistema de Avaliação da Educação Básica – Saeb que por sua vez tem uma grande importância para da avaliação da qualidade da educação e formulação, reformulação e monitoramento das políticas públicas em educação.

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB é calculado com base nas avaliações do Saeb e permite projeção de metas para o desenvolvimento da educação.