Evento marca lançamento de selo comemorativo dos 45 anos da Funceme

6 de outubro de 2017 # # #

Felipe Lima - Assessoria de Comunicação da Funceme
85 98727.1557 | 98814-4194
Tiago Stille - Fotos

Foi lançado na manhã desta sexta-feira (6), no Palácio da Abolição, o selo comemorativo do aniversário de 45 anos da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Foi lançado na manhã desta sexta-feira (6), no Palácio da Abolição, o selo comemorativo do aniversário de 45 anos da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O evento reuniu servidores e colaboradores do órgão, além de secretários de Estado e pesquisadores.

O selo postal, além de ficar à disposição por 30 dias na agência dos Correios da Aldeota, em Fortaleza, terá uma réplica no Museu Nacional dos Correios, em Brasília, fincando ainda mais o nome da Funceme e seus feitos na história do País.

Responsável por carimbar oficialmente o primeiro selo postal, o governador do Ceará, Camilo Santana, ressaltou a importância da instituição para a gestão dos recursos hídricos do Estado, assim como o evento em si.

“Quero agradecer muito aos Correios por prestar essa homenagem aos 45 anos da Funceme, uma instituição muito importante e que é motivo de orgulho para o nosso Estado. Espero que neste aniversário ela traga a previsão de muita chuva para o Ceará”, disse o governador Camilo Santana.

Reconhecimento

Presente entre os homenageados da solenidade de obliteração do selo postal, o secretário-chefe do Gabinete do Governador, Élcio Batista, parabenizou os profissionais que foram e ainda são responsáveis por escrever a história da Fundação, ressaltando a importância do trabalho da Funceme para o Estado.

Evento marca lançamento de selo comemorativo dos 45 anos da Funceme

“O papel da Funceme é extremamente honrado. Eu me sinto um privilegiado em poder participar deste momento, porque aquilo que eu mais acredito e que me trouxe para onde estou foi justamento o prazer pelo conhecimento. Acho que a gente comemorar 45 anos de uma instituição, que é voltada para o conhecimento, é louvável. O fato de um Estado como o nosso ter tomado a decisão de criar uma instituição que trabalha com o clima e para as pessoas que possuem uma relação direta com a natureza, foi visionário. Todos que estão aqui se sintam privilegiados”, disse.

Élcio Batista salientou ainda que, com a transferência da Funceme para o sistema de recursos hídricos em 2015, o Ceará conseguiu formar uma estrutura diferenciada, que vai desde a pesquisa até a gestão de obras.

“Posso dizer que os servidores que temos hoje da Cogerh, Funceme, Sohidra e ainda da Cagece, somos uma referência para o Brasil e América Latina de como é o trabalho nas instituições públicas. É importante ressaltar também o trabalho dos ex-presidentes da instituição e dos ex-governadores do Estado em jamais partidarizar esta área”, reforçou.

Referência

Também homenageado no evento, o secretário da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), Francisco Teixeira comentou sobre o trabalho conjunto da Funceme com os demais órgãos do Estado como a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh) e Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra).

Foi lançado na manhã desta sexta-feira (6), no Palácio da Abolição, o selo comemorativo do aniversário de 45 anos da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

“A água como é um bem que, para desenvolver uma política sobre ela, é preciso desenvolver uma política transversal a diversas outras. Nós temos tido uma ambiência política em vários governos que nos permitiu ter uma arcabouço institucional e uma política que não é de Governo, mas sim de Estado. Criamos um sistema de gestão que não tem parecido em outros estados brasileiros. É muito importante também que só o fato de completar 45 anos já é muito importante. A Funceme está sendo renovada no governo Camilo Santana com a criação do plano de cargos e carreiras, além da criação do concurso público para trazer novas mentes. Mais do que nunca a gente depende do conhecimento e da tecnologia, não é à toa que o Governo lançou o Ceará 2010, que a base de tudo é o conhecimento. Então, se o órgão já era fundamental quando foi criado, hoje ele se torna mais ainda, porque ele é o braço acadêmico, tecnológico e do conhecimento do sistema de recursos hídricos”, comentou o chefe da Pasta.

O presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins, lembra que, durante seus 45 anos, a instituição passou por um extremo processo de evolução, que começou com a tentativa de modificação da própria por meio da nucleação artificial, passando pelo melhor entendimento do tempo e clima e clima, chegando hoje ao processo de expansão nacional e internacional por meio de melhorias nos seus estudos de monitoramento a médio e longo prazos, buscando se alinhar com a própria iniciativa do Governo do Estado de tentar construir uma visão para o Estado até 2050.

“A Funceme vem passando por vários momentos, mas sempre se apropriando do conhecimento das secretarias que era vinculada. Passamos pro Agricultura, Recursos Hídricos, Ciência e Tecnologia. Hoje em dia ela tem um rol de estudos e aplicações que vão além da área que está vinculada, como meio ambiente, energias alternativas e pesca, por exemplo. Então isto é muito importante ter uma instituição fortalecida que possa servir os vários setores, não somente o conhecimento meteorológico de tempo e clima”, finaliza.

Foi lançado na manhã desta sexta-feira (6), no Palácio da Abolição, o selo comemorativo do aniversário de 45 anos da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Além dos secretários Élcio Batista e Francisco Teixeira, o evento contou com presença homenagem a pesquisadores e gestores do Governo estadual como Nelson Martins, secretário da Casa Civil; Maia Júnior, secretário de Planejamento; Francisco de Assis de Souza Filho, professor da UFC e ex-presidente da Funceme; Francisco Lopes Viana, ex-presidente das Funceme e atual assessor especial da SRH; e Antônio Divino Moura, coordenador-Geral ​do ​Centro ​de ​Previsão ​de ​Tempo ​e ​Estudos ​Climáticos ​(CPTEC).