Ceará Pacífico: Seminário Recomece debate escolarização nos centros de medidas socioeducativas

10 de outubro de 2017 # # #

Giuliano Vandson - Gestor de Célula/Secretarias
Davi Pinheiro - Fotógrafo

Durante três dias, técnicos, professores, gestores e diretores de unidades socioeducativas vão debater os desafios e possibilidades na oferta de escolarização nos centros de medidas socioeducativas do Ceará. O encontro é uma parceria entre a Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas), Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) e Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza.

Aprovados em seleção pública, os novos profissionais vão debater e conhecer sobre a realidade do sistema socioeducativo, além de trabalhar no seminário com temáticas como: educação, escolarização, jovens no mundo do trabalho, protagonismo juvenil, concepções sobre as escolas de tempo integral entre outro temas.
Presente no primeiro dia do seminário, a vice-governadora Izolda Cela reforça que a qualificação dos profissionais que trabalham nos Centros é o primeiro passo para que o sistema cumpra seu papel junto à juventude.

De acordo com Izolda Cela, “essa atividade está dentro no plano de reordenamento do sistema socioeducativo do Ceará, que vem sendo conduzido pela Vice-governadoria, e esse processo de reorganização institucional é uma das diretrizes do Pacto por um Ceará Pacífico. Temos uma parceria forte com a Seduc e com a SME para que seus professores reorganizem a proposta metodológica e os projetos pedagógicos a serem desenvolvidos nos Centros e que eles possam auxiliar esses jovens a se reorganizar na vida”, reforça a vice-governadora.

Os objetivos do seminário são de promover a integração das ações docentes e técnicos-administrativas com foco na proteção do tempo pedagógico dos adolescentes e jovens na sala de aula e estabelecer compromissos entre gestores, professores e técnicos com a qualidade da oferta de escolarização dos adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socieducativas.

“O foco principal do seminário é disseminar o conhecimento sobre o sistema socioeducativo e alinhar conceitual e operacionalmente as equipes formadas por técnicos-administrativos, educadores e os profissionais como psicólogos, assistentes sociais e pedagogos, que estão ingressando para uma educação voltada para valores e que trata do desenvolvimento dos jovens dentro das suas potencialidades. Do aprender a ser e a conviver, que é nosso foco principal de educação. Esses jovens foram presos, pois cometeram um ato infracional, portanto não souberam a tomar decisões e fazer escolhas”, destaca Cássio Franco, superintendente da Seas.

Seminário Recomece: Desafios e possibilidades na oferta de escolarização nos centros de medidas socioeducativas do Ceará

Local: Centro de Convivência do Centro Administrativo do Cambeba
Dias: 09, 10 e 11 de outubro
Horário: 8h às 16h30

 

Ouça

A vice-governadora Izolda Cela reforçou que a qualificação dos profissionais que trabalham nos Centros é o primeiro passo para que o sistema cumpra seu papel junto à juventude.

O superintendente do Seas, Cássio Franco, destacou os objetivos do seminário.