Linha Oeste do Metrofor: Estação de trem de Caucaia completa um século

11 de outubro de 2017 # # #

Pedro Alves e Nicole Lima - Cia Cearense de Transportes Metropolitanos
imprensa@metrofor.ce.gov.br
85 31017115 / 988144420 / 996047697

O documento, consultado pela Assessoria de Comunicação do Metrofor, é propriedade da Associação dos Engenheiros da Rede Viação Cearense.

A estação de trem de Caucaia, inserida na Linha Oeste do Metrofor, completa 100 de inauguração nesta quinta-feira. A unidade foi inaugurada em 12 de outubro de 1917, em uma solenidade de reuniu comunidade, políticos e religiosos. Mapa da rede ferroviária do Ceará desenhado em 1926 registra a data de inauguração da estação Caucaia. O documento, consultado pela Assessoria de Comunicação do Metrofor, é propriedade da Associação dos Engenheiros da Rede Viação Cearense.

A história da rede ferroviária do Ceará é objeto de estudo do pesquisador José Hamilton Pereira, engenheiro aposentado da antiga Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA). “A estação de Caucaia foi construída pela Rede de Viação Cearense, empresa de propriedade da administração federal. As pessoas se vestiam muito bem, colocavam a melhor roupa, só para ir ver o trem passar. Muitos estudantes utilizavam esse meio de transporte para se locomover dos interiores para Fortaleza”, conta Hamilton, que é um dos autores do livro Estradas de Ferro no Ceará, escrito em parceria com Francisco de Assis Silva de Lima.

Outro pesquisador, Francisco Antônio Cavalcante de Menezes, conhecido como Padre Tula, explica que, no dia de sua inauguração, a estação de Caucaia foi benzida pelo vigário da paróquia Nossa Senhora dos Prazeres. “A estação foi inaugurada no mesmo ano da aparição de Fátima, além de ter sido inaugurada na data de Nossa Senhora Aparecida, então, houve uma grande procissão saindo da igreja matriz e terminando na estação”, explica o Padre Tula, que é historiador e sociólogo.

Segundo ele, em 1917, Caucaia chama-se Soure e, por isso, esse foi o nome dado à estação. A pesquisa de Padre Rula também registra que estavam presentes na inauguração o então prefeito de Soure, Fausto Dário Sales, além de todos os seis vereadores que compunham a câmara municipal. Segundo Hamilton, a estação Soure foi inaugurada como parte da antiga Linha Norte, ramal que interligava as duas principais ferrovias do Ceará no início do século passado: a Estrada de Ferro de Baturité e a Estrada de Ferro de Sobral.

Também completam aniversário de inauguração, nesta quinta-feira, a estações Antônio Bezerra e Álvaro Weyne, também da Linha Oeste. Inaugurada com o nome de Barro Vermelho, a estação Antônio Bezerra foi inaugurada na mesma data da estação Caucaia, e também completa 100 anos de inauguração. E a estação Álvaro Weyne, inaugurada em 12 de outubro de 1926, completa 91 anos. As duas passaram por reconstruções ao longo da história. A estação de trem de Caucaia é a única no sistema metroferroviário que preserva a construção original do início do século XX.

Atualmente, a estação transporta passageiros de 5h30 às 20h30, de segunda-feira a sábado, e opera com Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). Com cerca de 26 mil embarques por mês, é uma das estações mais movimentadas de toda a Linha Oeste – perdendo apenas para a Moura Brasil, no centro de Fortaleza, que recebe cerca de 30 mil passageiros por mês.